O humorista Marcelo Adnet respondeu através do Twitter uma publicação onde era cogitado que ele havia dublado o presidente da República, Jair Bolsonaro, no vídeo que foi divulgado a respeito da reunião que o mesmo teve com ministros, e que, segundo foi dito pelo ex-ministro Sergio Moro, comprovaria que o presidente tentou interferir em investigações que aconteciam na Polícia Federal.

Ao ver a publicação em que ele era acusado de ter dublado o presidente no vídeo, o humorista respondeu a mensagem questionando se era mesmo real. "Isso é real ou paródia? Quer dizer, essa pergunta não faz mais sentido...", escreveu Adnet.

A publicação original ao qual Adnet se referia foi feita através de um grupo do Facebook, chamado “Somos Todos Bolsonaro”, onde uma pessoa descreve a respeito da situação do vídeo que foi divulgado a respeito do presidente.

No entanto, um fã do humorista reproduziu a mensagem do grupo através do Twitter, brincando com o comediante, dizendo que Adnet é mesmo muito talentoso por conseguir executar o feito. Na publicação feita pelo usuário no Facebook, o mesmo chega a falar que não duvidava que o vídeo havia sido dublado para comprometer a integridade do presidente brasileiro.

Marcelo Adnet acusado de imitar o presidente

Em seguida, na publicação, que consta uma foto de Marcelo Adnet caracterizado para o Carnaval deste ano em que desfilou, a pessoa alega que o humorista, que é chamado de “comunista assíduo", poderia ter dublado o presidente no vídeo para poder fazer com que o povo acreditasse que o presidente seria um criminoso.

A pessoa na publicação ainda promete que só acredita no vídeo em questão o assistindo e que iria analisar segundo por segundo do mesmo ao vê-lo. A pessoa garantiu na publicação que acreditava na capacidade que Adnet teria de dublar o presidente, para que o mesmo fosse incriminado de algo que não fez.

Na publicação a pessoa chega ainda a falar que tentaram matar o presidente anteriormente e que poderiam muito bem agora adulterar um vídeo de uma reunião com ele desta forma.

A pessoa ainda usa como exemplo para terem alterado o vídeo o momento em que o homem foi à Lua. A afirmação se baseia na teoria da conspiração que diz que a aterrissagem da missão Apollo 11 na Lua não aconteceu realmente, e que, na ocasião, o momento foi forjado pelo governo americano.

A publicação que foi compartilhada com o comentário de Adnet a respeito de suas capacidades de dublagem em relação ao presidente brasileiro, recebeu mais de 14 mil curtidas na rede social, de muitos fãs do humorista que reagiram à publicação com bom humor e se divertiram com a resposta dada pelo mesmo.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!