Ainda afastado da televisão, após ser diagnosticado com o novo coronavírus, e tendo que usar tubo de oxigênio, Sikêra Jr. voltou a causar polêmica ao publicar um vídeo em suas redes sociais.

Depois dele falar, assim com o presidente Bolsonaro, que o coronavírus era só uma ''gripizinha'', ele foi diagnosticado com a Covid-19 em Manaus, uma das cidades mais atingidas pelo vírus no país. As informações são do colunista Ricardo Feltrin, do UOL.

Sikêra Jr. diz ter subestimado a doença

Quando contraiu o vírus, ele fez um vídeo se lamentando e disse que subestimou a doença. Já no vídeo mais recente feito pelo apresentador da RedeTV!, ele aparece sem camisa e ofegante.

Ele disse que está se cansando e que finalmente liberaram a cloroquina, que esse remédio já devia estar na mão das pessoas. Ele questionou o porquê de isso estar acontecendo, e ele mesmo respondeu, falando que a culpa seria do "povo safado de esquerda''. Porém, ele não revelou se fez ou não o uso deste medicamento. "A cloroquina, gente, finalmente liberaram, porra. O negócio já era pra tá na mão do povo. Já era pra tá liberado. Mas, sabe o que acontece? Esse povo safado da esquerda", disse.

O jornalista de 52 anos falou que as pessoas querem é que liberem a cocaína, maconha, aborto e LSD, ainda disse que querem um menor na rua solto e matando os outros.

Foto de Sikêra Jr. debilitado viralizou na internet

No início desse mês de maio, no dia 10, viralizou uma imagem do jornalista e apresentador do "Alerta Nacional" em que ele estava muito debilitado em sua casa e usando aparelho para conseguir respirar. Na época, o colunista Leo Dias, do UOL, chegou a confirmar que a foto que estava sendo bastante compartilhada nas redes sociais e na internet era verídica e autorizada pela assessoria de Sikêra Jr.

De acordo com o amigo do jornalista, Wallacy Bruno, a foto não era daquele dia, e que acreditava que era de uma semana antes.

Família de Sikêra Jr. se contaminou

Manaus, cidade em que Sikêra Jr. mora, está em um estado bastante preocupante, o vírus se espalhou muito rápido, tanto que atingiu a família do jornalista e apresentador do "Alerta Nacional", até mesmo seu filho de apenas 2 anos.

De acordo com Wallacy Bruno, que é um amigo de Sikêra e trabalha em sua assessoria, a pessoa que se contaminou primeiro foi a enfermeira de sua esposa, que tinha passado há pouco tempo por uma cirurgia plástica. Logo depois, o filho do jornalista se contaminou também. Até mesmo o Wallacy Bruno pegou a doença e acabou espalhando para seu filho e sua esposa.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Governo
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!