Quando se pensava que a novela da herança de Gugu Liberato havia acabado, vem mais capítulo e surpreende o público. O apresentador faleceu em decorrência de um acidente doméstico em Orlando, Estados Unidos, desde então a família dele tem brigado pela herança.

No testamento deixado por Gugu, ele deixa 75% dos bens para os três filhos, as gêmeas Marina e Sofia e João Augusto, os outros 25% ficaram para os sobrinhos. Ele nomeou no mesmo testamento Aparecida Liberato, sua irmã, como sendo a administradora do espólio.

Irmã de Gugu entra na Justiça contra Marina e Sofia

Aparecida Liberato decidiu entrar com uma ação na Justiça para contestar a decisão das gêmeas Marina e Sofia de contratar um advogado para representá-las na partilha da herança de Gugu, além disso, as filhas do apresentador exigem que a tia preste conta do uso da fortuna.

A irmã de Gugu acusa Rose Miriam de se aproveitar da vulnerabilidade das filhas para tentar se beneficiar. De acordo com informações, os advogados que representam Aparecida Liberato dizem que a mãe das gêmeas tem manipulado elas para enriquecer às custas delas e se apropriar de parte da herança das gêmeas.

A tia de Marina e Sofia ainda fez outras acusações a fim de desqualificar Rose Miriam diante da Justiça. Segundo informações, a irmã de Gugu disse que a advogada Viviane Ricci, escolhida por Rose para representar as filhas contra a tia, é amiga pessoal da viúva de Gugu.

Em um trecho da contestação os advogados de defesa da família de Gugu dizem que Rose Miriam, além de reclamar parte da herança deixada pelo marido aos filhos, ainda está escolhendo o defensor para eles e os fazendo pagar com o próprio dinheiro.

Irmã de Gugu segue acusando Rose Miriam

De acordo com o site Noticias da TV, Aparecida Liberato insiste que Rose Miriam se aproveitou da vulnerabilidade das gêmeas, ela chegou a citar na ação um episódio íntimo que aconteceu em março com Sofia e Marina, o qual não foi citado por conta do Estatuto da Criança e do Adolescente. De acordo com a irmã de Gugu, a mesma advogada foi chamada para ajudar as meninas.

Depois, segundo a tia das gêmeas, a conta da advogada foi para ela, que ficou extremamente irritada por não terem a consultado na escolha dos advogados que defenderam as adolescentes. Na ação o advogado diz que essa atitude da viúva de Gugu mostra que ela não tem pudor em violar os direitos das filhas para obter vantagens pessoais.

Gugu nomeou a irmã como curadora dos bens dos filhos

No testamento deixado por Gugu ainda em vida, ele deu a função de curadora de todo seu patrimônio a irmã, Aparecida Liberato. Depois de sua morte, a numeróloga ficou encarregada de administrar a fortuna de Mariana e Sofia, já que ambas tem 16 anos, até que elas completem maior idade, já João Augusto, que é maior de idade, pode cuidar de sua parte da herança.

Aparecida decidiu questionar na Justiça a capacidade de Rose Miriam em cuidar das filhas, ela citou que a viúva de Gugu deixou os filhos sozinhos por quase 40 dias em Orlando, enquanto foi ao Brasil. Ela ainda diz que a mãe das gêmeas as aconselhou a pedirem a emancipação.

Filhas de Gugu entram na Justiça contra a tia

Viviane Ricci Malimpensa e Pedro Paulo Rocha Junqueira foram contratados pelas gêmeas para pedir contas a tia judicialmente sobre o uso da herança deixada por Gugu para elas.

As gêmeas demonstram dúvidas sobre a administração dos bens feita pela tia.

Marina e Sofia exigem que Aparecida Liberato preste contas sobre o seguro de vida, previdência e títulos de resgate automático em caso de morte. Elas também exigem que seja esclarecido o destino de obras de arte, relógios, pedras preciosas, joias e um cofre com dinheiro em espécie que era mantido por Gugu.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Fofocas
Seguir
Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!