De acordo com informações do site Notícias da TV, Aparecida Liberato, a irmã do apresentador Gugu Liberato, protocolou uma contestação na Justiça contra a decisão de suas sobrinhas, Marina e Sofia, de contratar um escritório de advocacia para representá-las na disputa pela herança deixada pelo comunicador, estimada em R$ 1 bilhão.

Além de contestar a decisão das sobrinhas, Aparecida também acusa Rose Miriam, a mãe das gêmeas, de se aproveitar da vulnerabilidade das filhas para obter vantagens na situação descrita. Rose foi deixada de fora do testamento de Gugu e entrou na Justiça para conseguir fazer valer os seus direitos de suposta companheira do apresentador, visto que os dois nunca foram casados.

Segundo as informações do Notícias da TV, o documento de Aparecida Liberato foi protocolado ainda no dia 13 de abril, na 1ª Vara da Família e Sucessões do Foro Central da Comarca de São Paulo. No documento citado, os advogados da irmã de Gugu afirmam que Rose tem exercido manipulação com Sofia e Marina para conseguir se tornar rica às custas da herança das meninas. Além disso, a contestação de Aparecida também afirma que Rose tem como objetivo tomar para si parte do dinheiro de suas filhas.

Devido aos fatos destacados, os advogados da irmã de Gugu chegaram a fazer uma série de acusações a Rose Miriam, além de fazer uso de termos duros para tentar desqualificá-la diante da Justiça. De acordo com o Notícias da TV, a advogada Viviane Ricci Malimpensa, escolhida para representar as gêmeas, foi apontada como uma amiga pessoal de Rose, além de ser uma testemunha do processo de reconhecimento da suposta união estável entre ela e Gugu Liberato.

Mais acusações feitas pela defesa de Aparecida

Além da escolha da advogada, também foi citado durante o documento protocolado pela numeróloga um episódio íntimo que seria capaz de corroborar a sua teoria de que Rose está manipulando as filhas para obter vantagens. Entretanto, esse episódio não chegou a ser citado pelo Notícias da TV em respeito às leis contidas no Estatuto da Criança e do Adolescente.

De acordo com o site citado, após a conta de Viviane ser encaminhada para Aparecida como representante das sobrinhas, ela demonstrou o seu descontentamento com isso, mas Sofia e Marina acabaram insistindo no fato destacado. Para Aparecida, isso tornou clara a manipulação de Rose, descrita pela defesa da numeróloga como uma tentativa de fraudar os direitos das meninas e conseguir vantagens na situação.

É possível afirmar que a decisão de colocar Aparecida Liberato como a curadora do patrimônio de Gugu partiu do próprio apresentador, conforme o revelado na ocasião da leitura do seu testamento. Dessa forma, ficou legada à numeróloga a tarefa de administrar os bens das sobrinhas até que elas atinjam a maioridade. Atualmente, Marina e Sofia têm apenas 16 anos.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!