O cantor sertanejo Gusttavo Lima é um dos artistas do gênero que mais faturam com os shows online durante o isolamento social promovido pelo novo coronavírus (Covid-19), segundo informações do jornal Extra. Mesmo com a crise financeira decorrente da pandemia mundial, o mercado de lives está indo na contramão e conseguindo altíssimos lucros com a apresentação de artistas consagrados direto de suas casas. E, como não podia ser diferente, o sertanejo é uma dessas figuras públicas que está mais em alta em termos de faturamento com os shows online que realiza. Algumas empresas veem uma oportunidade de melhor visibilidade e consequentes lucros com um nome de peso como o do "Embaixador", e a parceria está dando certo.

Faturamento de Gusttavo Lima na última live

Se o Brasil perdeu apresentações ao vivo de shows sertanejos, por outro lado encontrou uma ótima e rentável oportunidade para a obtenção de vultuosos lucros: as lives. O maior nome que se tem nessa nova forma de show e que tem apresentado melhor resultados para as empresas é, nada mais nada menos do que Gusttavo Lima. Nesta última sexta-feira (22) o cantor realizou a sua terceira live desde o início do isolamento social e o seu lucro pelo espetáculo foram exorbitantes R$ 3 milhões (em cota de patrocínio).

Comparação de Gusttavo Lima com outros

Com esses altos números em relação aos seus lucros, Gusttavo Lima é o que mais fatura entre os sertanejos, porém, os outros também não ganham pouco dinheiro.

Um exemplo disto, é a dupla Jorge e Mateus, cujas cotas de seus shows, variam entre R$ 400 mil até R$ 600 mil, além de possuir outras cotas menores entre R$ 100 mil e R$ 200 mil.

Um outro cantor muito promissor que estava estourando em seus shows presenciais no início de 2020, é Felipe Araújo. Esta jovem promessa, se comparado aos grandes astros, tem uma cota de patrocínio que gira em torno de R$ 20 mil até R$ 100 mil (categoria master).

Shows presenciais de Gusttavo Lima

Mesmo com esses expressivos números de faturamento durante o isolamento social promovido pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19), os seus faturamentos são menores que os seus shows presenciais. Isso porque, em cada show com presença de público, ele recebe uma média de R$ 700 mil em cachê.

Se somarmos isto a uns 15 shows que o cantor faz por mês, ele obtém uma média mensal de R$ 10,5 milhões.

Até hoje, o sertanejo já realizou três lives e ganhou bem próximo disso (R$ 10 milhões), porém, vale ressaltar que seu lucro proporcional foi maior porque ele faz shows online com uma equipe bastante reduzida. Ele teve que dispensar todos os funcionários que faziam a divulgação, teve que demitir funcionários e não investe mais em propaganda de rádios. Temos que lembrar também que esse lucro que Gusttavo Lima teve foi obtido em uma época de grave crise financeira.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Fofocas
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!