No último domingo (03), o cantor Gusttavo Lima ironizou o consumo de bebidas alcoólicas ao participar da segunda edição do Vila Mix em Casa.

Na ocasião citada, o sertanejo estava acompanhado por Leonardo e os dois falaram sobre o assunto em questão, visto que Gusttavo Lima está sendo alvo de uma investigação do Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) após ter se embriagado durante uma as suas transmissões ao vivo.

A “piada irônica” aconteceu quando Gusttavo Lima foi apresentar o show de Leonardo. Na ocasião, o veterano do sertanejo fez uma brincadeira e ofereceu um licor de jenipapo para o sertanejo e o marido de Andressa Suita aceitou a oferta.

Posteriormente, as imagens do festival em questão foi modificado para transmissões aéreas com o objetivo de “esconder” que o cantor estava bebendo. A atitude em questão pode ser considerada proibida de acordo com as normas de regulamentação do YouTube, plataforma usada para a transmissão ao vivo do Vila Mix em Casa.

Apesar da imagem modificada, o áudio da conversa entre Gusttavo Lima e Leonardo continuou sendo exibido no festival. O cantor chegou a dizer que somente experimentaria o licor, visto que ele não conseguiria cantar sem beber alguma coisa.

Após o comentário em questão, Leonardo destacou que não gostaria de fazer amizade com homens que não consomem nenhum tipo de bebida alcoólica e afirmou que caso alguém cobrasse essa atitude de Gusttavo, ele deveria dizer que a bebida foi dada por Leonardo.

Alguns minutos depois, os dois cantores continuaram fazendo brincadeiras sobre o consumo de álcool e afirmaram que como o álcool em gel é capaz de deixar as mãos “imunes” ao novo coronavírus, as pessoas deveriam pensar sobre o que as bebidas poderiam fazer pelo interior de alguém. Na ocasião, Leonardo respondeu que quem bebe conseguiria viver “pela eternidade”.

Entenda a polêmica do consumo de bebidas alcoólicas

Ainda no dia 11 de abril, o cantor Gusttavo Lima realizou a segunda edição de sua live de sucesso, o Buteco em Casa. Na ocasião citada, o ator chegou a consumir várias garrafas de cerveja e também o licor Orochata 43. Devido aos fatos destacados, a embriaguez do sertanejo durante a transmissão se tornou nítida em vários momentos diferentes.

Assim, por consumir exageradamente as bebias em questão, tanto Gusttavo Lima quanto a Ambev passaram a ser investigados pelo Conar, visto que esse consumo representou um descumprimento da ética publicitária. Logo após a abertura da investigação em questão, o sertanejo chegou a afirmar que não faria outra live, visto que ele não gostaria de ser “censurado”.

Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!