A atriz Juliana Paes, que é conhecida por ser uma das grandes atrizes de sua geração, tem feito muito sucesso ao longo dos anos em papéis importantes e lembrados na televisão brasileira. Casada há 11 anos com o empresário Carlos Eduardo Baptista, é mãe de dois meninos, Pedro, de 8 anos, e Antonio, de 6 anos.

Juliana deu uma entrevista exclusiva ao jornalista Leo Dias, do UOL, onde falou a respeito da sua rotina neste momento da pandemia do coronavírus, e relembrou também a respeito do susto que teve quando descobriu que sua mãe havia contraído o vírus.

A atriz contou para o jornalista que o momento em que descobriu que a mãe poderia estar com a doença foi uma loucura e que ela se preocupou sem saber de fato se ela estaria com a doença.

A atriz ainda aproveitou o espaço para dar um recado a respeito da doença. Pediu que, ao sentir o primeiro sintoma da covid-19, comunique os médicos e ligue para alguém que tenha um maior conhecimento e que não espere pelo avanço. Ela ainda pede para que as pessoas não subestimem uma dor de cabeça ou nenhum outro sintoma que possa indicar a doença.

Entender o coronavírus por meio da fé

Juliana, que é adepta do candomblé, revelou que tentou entender a pandemia através da religião e da espiritualidade neste momento. Ela conta que teve uma conversa com um líder espiritual e que chegou a perguntar para ele a respeito do momento que estamos vivendo.

A atriz ainda questionou ao líder se o momento que vivemos pode ser considerado uma benção se é uma oportunidade para poder reformular e olhar para dentro de si mesmo, para após isso tudo sair de casa de uma forma diferente.

Juliana Paes ainda destaca que acredita que isso pode ser uma forma de sair reformado espiritualmente e que questionou isso ao líder. Ela ainda ponderou no questionamento, ao destacar outra opção, onde estaríamos sendo descartados pela natureza como espécie.

A respeito da situação da cultura atualmente em relação à pandemia, a atriz destaca que é um momento muito delicado e que parece que a arte agora não está sendo prioridade, mas destaca que é.

Ela ainda declarou que a arte, para ela, é algo que pode alimentar a alma e que pode iluminar o espírito. Juliana ainda faz questão de destacar que ela acredita em momentos melhores e que também acredita que haja mudança, e que devemos todos batalhar para conseguir chegar neste cenário agora.

Ela ainda revela que é claro que neste momento os artistas se sentem no escuro, mas que acredita que momentos melhores virão após isso tudo que estamos passando.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Religião
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!