A cantora Ludmilla assumiu Relacionamento com a dançarina Bruna Gonçalves em 2019 e ao final do mesmo ano se casou com a dançarina.

As duas, que estão juntas desde 2019, foram surpreendidas na tarde deste domingo (24) com um perfil desconhecido no Twitter que afirmava que Ludmilla teria traído a esposa. O mesmo perfil disse que poderia provar o que estava dizendo, e mostrou prints e conversas entre as dançarinas Ohana Lefundes, bailarina de Anitta, e Thaíssa Cavalcante, a suposta amante.

O fato ganhou destaque na web, e nesta segunda-feira (25) a cantora resolveu se pronunciar em rede social e falar sobre o assunto.

Ela mostrou toda a sua indignação com o fato e respondeu no próprio Twitter que contava as notícias e disse que procuraria a delegacia para denunciar as calúnias sofridas, e assim o fez.

Após responder no perfil fake e falar que o fato não passa de mentira inventada por pessoas maldosas e que ela iria procurar a Justiça para denunciar o ocorrido, o perfil itter foi apagado.

Ludmilla vai à delegacia tomar as medidas cabíveis

Após o perfil divulgar vídeos e conversas com suposta traição de Ludmilla em seu relacionamento com Bruna Gonçalves, a cantora respondeu e depois fez depoimento no stories de seu Instagram no momento em que saia para ir à delegacia tomar as medidas cabíveis ao caso, ainda na manhã desta segunda-feira (25).

Em seu desabafo, ela disse que os culpados serão punidos, e ainda afirmou que suspeita que sejam três pessoas as envolvidas, e que pretende descobrir o nome deles para que a justiça seja aplicada.

Assessoria se pronuncia

A revista Quem procurou a cantora para se pronunciar sobre os supostos vídeos e gravações, e sua assessoria afirmou que os diálogos são falsos e ainda disse que Ludmilla está muito bem casada e agora focada em seu trabalho, e que agora cabe às autoras comentarem a fake news envolvendo a funkeira e que não irão mais comentar o ocorrido.

A assessoria de Ludmilla divulgou imagens da cantora entrando na delegacia na chamada Cidade da Polícia e em comunicado disse que "difamação nas redes sociais pode ser configurado como crime virtual".

A cantora foi procurada pelo colunista Hugo Gloss, e lamentou o ocorrido, e deixou um alerta as pessoas que são vítimas de crime parecido, dizendo para procurarem ajuda legal, e não se calar, denunciar.

Ela ainda disse que é muito triste ver como as pessoas são maldosas e mentirosas na internet, e não pensam nas outras pessoas ao inventarem conversas maliciosas. "Espero que o culpado seja punido por espalhar fake news", disse Ludmilla.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Fofocas
Seguir
Siga a página Relacionamento
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!