Na última segunda-feira (11), o jornalista Pedro Figueiredo acabou levando uma bronca de Maju Coutinho durante a exibição do "Jornal Hoje". Na ocasião citada, Pedro entrou ao vivo no telejornal para falar a respeito das decisões de Marcelo Crivella, o Prefeito do Rio de Janeiro, em relação à pandemia do novo coronavírus.

Entretanto, o jornalista acabou deixando a sua máscara sair do lugar e ficou com o nariz à mostra. Durante a transmissão do telejornal, foi possível perceber que Pedro Figueiredo tentou remediar a situação, mas acabou não conseguindo resolver o ocorrido e deu prosseguimento à reportagem.

Devido aos fatos destacados, logo que o repórter terminou de falar, Maju Coutinho apareceu no estúdio e não perdeu a oportunidade de deixar uma mensagem bem clara para o público do "Jornal Hoje". Na ocasião, a âncora agradeceu a Pedro por sua participação no telejornal e afirmou que a máscara dele havia caído.

Na sequência, Maju destacou que sabia que o repórter voltaria a colocar a máscara da forma adequada e acima do nariz em breve. Essas afirmações foram feitas em um tom bastante simpático, e o jornalista apenas fez o que Maju havia falado, sem dizer qualquer coisa. Ele ainda estava aparecendo no telão do "Jornal Hoje" quando levou o "puxão de orelha".

É possível afirmar que na ocasião em que levou uma “bronca” de Maju, Pedro Figueiredo havia entrado ao vivo para afirmar que as medidas tomadas por Marcelo Crivella na cidade do Rio de Janeiro vão se tornar ainda mais rígidas.

Segundo a reportagem, os bairros da zona norte e da zona oeste da cidade terão a circulação restringida em relação a centros comerciais. Além disso, nas comunidades do Rio somente será permitida a abertura de estabelecimentos comerciais como farmácias e supermercados.

Entenda o contexto que motivou a 'bronca'

De acordo com informações do site Notícias da TV, a bronca da âncora do "Jornal Hoje" não foi sem fundamento.

Ainda no dia 4 de maio, todos os repórteres dos telejornais exibidos pela Globo passaram a ser obrigados a aparecer de máscara quando estiverem em vídeos. Ali Kamel, o diretor-geral de Jornalismo da emissora, afirmou que a medida se justificava pela necessidade de dar um bom exemplo aos telespectadores.

Segundo o site, o uso de máscaras pelos repórteres da emissora carioca é anterior à data citada.

Entretanto, ao aparecerem ao vivo nos telejornais, eles sempre retiravam as máscaras. Na data citada, isso passou a ser proibido.

É válido destacar que a Globo tem demonstrado preocupação com os seus funcionários desde o início da pandemia. Além de interromper as gravações dos seus programas, a emissora ainda distribuiu kits de higienização para serem usados nos microfones dos jornalistas e desde o mês de abril o uso de máscaras se tornou uma obrigatoriedade para todos nos bastidores.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Saúde
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!