O ator Max Fercondini, bastante popular nas tramas da Globo ainda na década passada, tomou a decisão de dar um tempo na sua carreira para viver um antigo sonho: viver a sua vida de uma forma tranquila e a bordo de um veleiro.

Aos 34 anos de idade, Max atualmente está vivendo no barco em questão, que se encontra atracado na cidade de Lisboa, Portugal. Ele chegou a comentar um pouco sobre os seus planos para o futuro durante uma entrevista concedida ao site Gshow e também relatou em detalhes a sua rotina a bordo do veleiro.

Ao comentar sobre a sua nova vida, Max Fercondini destacou que ele está vivendo dessa forma há cerca de dois anos e meio.

O ator apontou a experiência em questão como a mais incrível que ele já teve e destacou que, por ora, não tem planos de se afastar desse estilo de vida, que ele está gostando muito de experienciar.

"Moro há dois anos e meio a bordo do meu veleiro e essa é a experiência mais incrível que eu já tive. Não tenho planos de largar esse estilo de vida tão cedo", disse o ator.

Também durante a sua entrevista ao Gshow, Fercondini se reconheceu enquanto uma pessoa privilegiada por poder viver dessa forma e afirmou que agradece diariamente por todas as oportunidades que teve ao longo da sua vida.

O ator também destacou que acredita que ao fazer boas escolhas e tomar boas decisões, ele está atraindo esse tipo de coisas para a sua vida.

Terceira aventura pelo oceano Atlântico

Segundo o Gshow, viver em um veleiro atracado não é a única aventura de Max Fercondini. O ator parece gostar bastante de adrenalina e já chegou a cruzar o Brasil como piloto de avião. Além disso, Max também chegou a percorrer a América do Sul em um motorhome, uma espécie de trailer-casa.

Também segundo informações do Gshow, a notícia a respeito da pandemia do novo coronavírus acabou pegando Max Fercondini quando ele estava prestes a partir em mais uma das suas aventuras: cruzar o oceano Atlântico mais uma vez. De acordo com o ator, nas outras duas vezes que ele realizou essa proeza, chegou a passar 40 dias no mar.

Ao comentar a respeito da experiência de passar tanto tempo no oceano, Max afirmou que o confinamento não permite acesso a qualquer tipo de informação ou mesmo a seres humanos. Para ele, isso funciona como uma prova da capacidade de adaptação às situações que as pessoas possuem e, portanto, o faz acreditar que ele teria sucesso em um isolamento social. Para o ator, a solidão é algo que deixou de existir devido às suas aventuras.

Ainda durante o bate-papop com o GShow, Fercondini chegou a revelar que as lembranças que ele possui das pessoas que gosta funcionam como algo que o motiva a atravessar os momentos que poderiam ser considerados solitários por outras pessoas. Sobre isso, o ator afirmou que somente se sente dessa forma quem não guarda na memória as experiências boas.

Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!