Segundo o site Notícias da TV, Rose Miriam di Matteo decidiu protocolar uma petição para defender suas filhas, as gêmeas Marina e Sofia, de 16 anos, depois que as adolescentes foram atacadas pela irmã de Gugu Liberato, Aparecida Liberato, no processo de espólio dos bens do apresentador, que morreu em novembro de 2019. Rose diz que a numeróloga, que atualmente administra a herança do comunicador, está promovendo uma baixaria na ação judicial, usando palavras agressivas e citando episódios íntimos da família, que segundo ela, estão manchando a reputação das gêmeas.

Em um documento que foi protocolado no dia 6 de maio, na 1ª Vara da Família e Sucessões do Foro Central da Comarca de São Paulo, Rose Miriam respondeu à petição registrada anteriormente por Aparecida.

Na petição, a inventariante de Gugu acusa Rose de manipular as adolescentes para que elas buscassem a ajuda de novos advogados para representá-las na disputa pelo espólio do pai e também por pedirem explicações à Aparecida por causa do “sumiço” de alguns objetos de luxo deixados pelo comunicador.

Na petição, Nelson Willians, defensor de Rose, lista nove tópicos para mostrar a indignação da médica sobre as declarações e atitudes da inventariante. Em um desses tópicos, o defensor da “viúva” diz que Aparecida mostrou de forma clara sua falta de respeito e responsabilidade por trazer a público, fatos e documentos que não tem nenhuma relação com o objeto da petição, desta forma, expondo de forma desnecessária e cruel as gêmeas e herdeiras de um dos apresentadores mais Famosos do Brasil.

Um dos fatos desnecessários citados pelo advogado de Rose no documento foi uma situação considerada constrangedora que as gêmeas viveram em março deste ano, episódio que não estará citado no artigo em respeito às normas do Estatuto da Criança e do Adolescente. Tal episódio, de acordo cm Willians, foi tratado de forma privada por Rose, contudo, Aparecida Liberado se aproveitou desta situação para atacar a médica, as gêmeas e até a advogada que elas contrataram para defendê-las na ação judicial.

Defesa tenta desqualificar Aparecida Liberato

Para tentar desqualificar a irmã do comunicador, a defesa da médica cita duras adjetivações, dizendo que Aparecida não tem capacidade para administrar os bens de Gugu, e até que ela omite informações consideradas cruciais das herdeiras legítimas de seu irmão. Além disso, eles também afirmam que a numeróloga age de forma vingativa e tenta colocar as suas sobrinhas contra Rose Miriam.

E não é só isso, a defesa de Rose ainda acusa Aparecida de tentar aumentar os porcentuais dela e de seus filhos que foram deixados em testamento pelo comunicador.

Rose Miriam se pronuncia no documento

Em uma parte do documento, Rose qualificou as atitudes de Aparecida Liberato como baixaria. A médica afirmou ser lamentável que a irmã do apresentador tenha que se valer de atitudes “baixas”, que agora chegaram a ser proferidas em suas sobrinhas que, segundo Rose, eram queridas e amadas “até a segunda página” da ação judicial envolvendo a herança de Augusto Liberato.

Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!