Rose Miriam di Matteo sofreu uma derrota na ação judicial na qual tenta reconhecer uma união estável com Gugu Liberato, que morreu em novembro de 2019. De acordo com informações da revista Veja, no último dia 18, Rose foi retirada da ação do inventário do espólio de um dos apresentadores mais Famosos do Brasil, cuja fortuna está avaliada em cerca de R$ 1 bilhão.

A decisão tomada pela juíza Eliana da Câmara Leite Ferreira, da 1.ª Vara da Família e Sucessões, inclusive, já foi registrada no Diário Oficial Estadual. De acordo com Eliana, a decisão foi tomada após a apresentação de um documento que demonstra, segundo ela, a inexistência de união estável entre Rose e Gugu.

Juíza tira Rose do inventário de Gugu

Segundo a juíza, não há nenhuma razão para continuar mantendo Rose Miriam na ação judicial envolvendo o espólio do comunicador, por isso, a participação da médica nas discussões sobre o assunto não tem justificativa. Além disso, Eliane também alega que a mãe dos três filhos de Gugu, João Augusto, e as gêmeas Marina e Sofia, estava incomodando.

Na parte final do despacho, a magistrada afirma que, não bastassem os fatos citados por ela, Rose também “vem tumultuando o andamento do feito, com a juntada de petições, cujo conteúdo foge ao objeto dos presentes, e supostamente, dando indevida publicidade dos atos processuais".

Assim como Rose, Eliana também ordenou que o advogado da médica deixe de ter acesso aos dados da ação e que o mesmo deverá ser “intimado da presente decisão”.

Depois disso, procurado pelo site Na Telinha, Nelson Willians, advogado de Rose Miriam di Matteo, informou que não irá se pronunciar sobre o ocorrido.

Documento comprova doação de mansão de Gugu para Rose

Antes de ter sido excluída do processo, uma escritura foi anexada ao mesmo comprovando assim a doação de uma mansão feita por Gugu Liberato a Rose Miriam.

O imóvel é localizado em Alphaville, uma das regiões mais nobres da Grande São Paulo, e possuí seis suítes e valor venal de R$ 1,8 milhão. Além da doação do comunicador, outros detalhes também chamaram a atenção da Justiça no documento lavrado em janeiro de 2012.

Em um trecho deste documento, Rose Miriam aparece como “solteira”, ou seja, sem relacionamento amoroso.

Além disso, em outro trecho, Gugu e Rose ainda reconhecem que estavam ligados apenas como pais, e por isso, seriam os “responsáveis pelo bem-estar dos filhos”.

Suposto namorado entra no processo

Enquanto toda a confusão envolvendo Rose Miriam ganhava manchetes em todo o Brasil, mais um personagem entrou na disputa envolvendo o espólio de Gugu. O cozinheiro Thiago Salvático, que afirma ter mantido um relacionamento de oito anos, também acionou seus advogados para buscar o reconhecimento de sua união estável com o comunicador, e assim também ter direito a uma parte dos bens do apresentador.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!