Desde a morte de Gugu Liberato, apresentador da Record TV, em meados de novembro do ano passado, a família do apresentador vem travando uma briga na Justiça pela herança milionária deixada pelo artista. Os familiares de Gugu, como a mãe do apresentador, Maria do Céu, alegam que a mãe dos três filhos do apresentador, Rose Miriam, não seria esposa do apresentador, ressaltando que os dois teriam apenas uma relação de amizade. Após o início desta briga na Justiça, diversos boatos e Fofocas sobre a vida pessoal do apresentador têm surgido na mídia.

Briga judicial pela herança de Gugu

Já Rose, conhecida pelos fãs do apresentador e pela mídia como companheira de Gugu, por sempre ter aparecido ao lado do apresentador publicamente, luta na Justiça para que os encarregados reconheçam que ela vivia uma união estável com o apresentador da Record TV.

Recentemente, o nome de Thiago Salvático surgiu nos tabloides, já que o chefe de cozinha alega que teria uma relação romântica com o apresentador desde 2011, e pede à Justiça o reconhecimento de uma união estável com o apresentador falecido, apresentando provas que nos últimos oito anos os dois teriam tido uma vida conjugal.

Suposto namorado de Gugu quer ser reconhecido

Para comprovar a relação dos dois, os representantes jurídicos de Thiago incluíram no processo judicial que pede o reconhecimento da união estável entre o chefe e Gugu algumas conversas íntimas entre os dois. Em uma das conversas, que teria acontecido pouco antes da morte do apresentador, entre 13 e 16 de novembro do ano passado, Gugu teria deixado claro que estava insatisfeito com a sua situação contratual na Record e teria decidido pedir demissão.

Thiago afirma que Gugu pediria demissão

Segundo o site Notícias da TV, nos prints das conversas, Gugu teria relatado ao suposto namorado as reuniões que aconteceriam na emissora e que, segundo Thiago, seriam questões problemáticas a serem solucionadas. As partes jurídicas que representam o chefe de cozinha relatam em alguns trechos do processo, segundo o referido site, que Gugu estaria decepcionado com a sua carreira na emissora, já que a Record teria proposto uma redução salarial para que ele continuasse no comando do "Power Couple Brasil" e do "Canta Comigo" no ano de 2020.

Nos autos do processo, segundo o Notícias da TV, há relatos de que Gugu teria confidenciado a Thiago que a emissora de Edir Macedo pretendia reduzir o seu salário para R$ 175 mil e, por isso, teria decidido sair da Record. Ainda segundo o veículo jornalístico mencionado, no dia 16 de novembro o falecido teria dito que estaria "quase impossível" a situação na emissora Na qual comandava dois programas noturnos.

A quantia que Gugu recebia por estar à frente de dois programas da emissora nunca foi divulgada publicamente, entretanto, o site Notícias da TV afirma que fontes teriam dito que o salário fixo do apresentador correspondia a R$ 300 mil, quantia esta que poderia ter um aumento substancial de acordo com ações publicitárias feitas no programa. A emissora foi questionada pelo site se teria proposto uma redução salarial para Gugu uma semana antes de sua morte, porém, decidiu não se manifestar sobre o assunto.

Thiago ainda revelou por meio dos escritos do processo apresentados à Justiça que o apresentado nunca teria se sentido completamente satisfeito na Record, relatando, inclusive, que teria visto seu namorado poucas vezes no primeiro semestre de 2013 por este impasse em relação a ficar na emissora ou não.

Thiago ainda declarou, por meio do processo, que uma questão que teria incomodado o suposto namorado seria a emissora ter ofertado formatos de programa mais baratos a Gugu. Assim, o apresentador teria decidido negar as ofertas e sair da emissora de vez.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Fofocas
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!