Fundador da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), o bispo Edir Macedo contraiu o novo coronavírus, a Covid-19. Macedo já tem 75 anos de idade e está entre as pessoas inclusas no grupo de risco por ser idoso.

Como qualquer outra pessoa de idade avançada, o bispo também estava vulnerável a pegar com facilidade a infecção da nova doença que provocou a pandemia. Macedo deu entrada na última segunda-feira (8) no hospital Moriah, em São Paulo.

Para evitar aglomerações no local, o seu internamento foi mantido em sigilo absoluto. Desde segunda o líder da Universal e chefe total do Grupo Record, fez tratamento com o medicamento cloroquina e os médicos lhe deram alta nesta sexta (12).

A equipe médica revelou que o bispo está completamente curado da Covid-19.

Vale ressaltar que Edir Macedo tem plano médico ativo e gosta frequentemente de se cuidar, por isso sua imunidade é bem alta. Ele não relaxa nos cuidados médicos e mantém a sua alimentação saudável, além disso orienta constantemente que os pastores e membros da IURD façam o mesmo. Apesar da fé em Deus, eles entendem que o corpo é de carne e osso e, portanto, vulnerável a doenças e acidentes.

“Tomei todos os medicamentos indicados pelos médicos, entre eles a hidroxicloroquina, e estou bem", disse Macedo após a alta médica.

O bispo foi atendido gentilmente pela equipe médica orientada pelos médicos doutores Leandro Echenique e Ricardo Teixeira.

De acordo com os exames, o fundador da Universal respondeu muito bem ao tratamento e, por isso, menos de uma semana após a internação recebeu alta.

O cardiologista Echenique explicou a situação de seu paciente, e disse que o líder evangélico evoluiu sem intercorrências, apresentou uma ótima evolução clínica e se recuperou totalmente.

Macedo é mais um dos evangélicos que vence a situação mundial e está apto a manter as suas funções mundo a fora, ainda seguindo os cuidados contra a contaminação da pandemia.

Filme de Edir Macedo

A história e vida de Edir Macedo estão retratadas nas duas partes do filme "Nada a Perder", sucesso de bilheteria nos cinemas do mundo todo.

O longa-metragem, dirigido pelo diretor Alexandre Avancini, monstra desde a infância até os dias de hoje do líder da Universal. O ator Petrônio Gontijo viveu o líder evangélico mais polêmico da história, que até hoje é perseguido constantemente pela mídia de "fake news".

Segundo Macedo, neste momento ele deseja continuar a realizar seus cultos religiosos até os últimos dias de sua vida ou até o "arrebatamento". O acontecimento é retratado na novela bíblica "Apocalipse", atualmente em reprise na Record TV.

Por ordem do próprio fundador, em caso de falecimento quem assume imediatamente a Universal é o seu genro, o bispo Renato Cardoso, casado com a sua filha Cristiane. Vale ressaltar que Macedo tem outro genro, o bispo Júlio Freitas, casado com a sua filha Viviane.

Freitas também tem a possibilidade de assumir a Universal caso Cardoso não possa fazê-lo por alguma razão.

Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!