Na última terça-feira (02), a dupla sertaneja Bruno e Marrone participou do programa "Conversa com Bial", exibido pela Globo e comandado pelo apresentador Pedro Bial. Na ocasião citada, os dois passaram por uma verdadeira saia justa ao serem questionados sobre uma situação envolvendo o presidente da República, Jair Bolsonaro.

Bruno e Marrone teriam se recusado a aceitar a participação de Bolsonaro em uma das suas transmissões ao vivo. A live foi realizada ainda no dia 16 de maio e, ao falar sobre isso, a dupla acabou caindo em contradição.

Pedro Bial afirmou que gostaria de tirar uma dúvida com os cantores e citou a fala de Lauro Jardim, jornalista do O Globo, responsável por afirmar que Jair Bolsonaro queria fazer uma visita para a dupla, mas eles se recusaram a aceitar por acreditarem que seria melhor não misturar a música com a política.

Por fim, o apresentador questionou se isso realmente havia acontecido.

Conforme é possível perceber no vídeo da entrevista, Bruno e Marrone se entreolham ainda no meio da pergunta de Pedro Bial. Porém, nem mesmo a troca de olhares foi o suficiente para que os sertanejos conseguissem evitar respostas conflitantes para o questionamento em questão. Assim, enquanto Bruno chegou a afirmar não ter conhecimento dos fatos, Marrone destacou que tinha ficado sabendo a respeito disso.

Bruno se irrita com a resposta de Marrone

Após ouvir a resposta do seu companheiro de dupla, Bruno se mostrou contrariado pela afirmação de Marrone e afirmou que, caso ele tenha ficado sabendo disso, significava que não era verdade. Entretanto, apesar do tom irritado do seu companheiro, o cantor continuou insistindo em sua versão dos fatos e ainda afirmou que a informação foi passada para ele por sua equipe.

O que se seguiu foi Bruno mantendo o seu posicionamento de que não sabia e Marrone insistindo nos fatos destacados por ele. A situação seguiu dessa forma até que Bruno encerrou a discussão e negou saber qualquer coisa a respeito de um convite a Jair Bolsonaro, voltando a afirmar que nunca aconteceu. O cantor ainda destacou que se algum rumor nesse sentido aconteceu, isso nunca foi passado para ele e sua dupla.

Apesar da negativa veemente de seu parceiro, Marrone ainda continuou falando sobre o convite em questão e tentou justificar a decisão de não aceitar o convite. De acordo com o cantor, isso aconteceu porque ele acredita que música e política realmente devem se manter separados e que misturar as duas coisas pode ser complicado.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!