A apresentadora Fátima Bernardes e seu ex-marido William Bonner estão sendo acusados pela ex-cozinheira, Léa Silva, da época de quando estavam juntos, de algumas situações constrangedoras. A vida dos Famosos é muito exposta devido à visibilidade de suas imagens perante à imprensa e às mídias sociais.

Acusação a Fátima Bernardes e William Bonner

A ex-cozinheira dos jornalistas da TV Globo fez um desabafo sobre um fato da época em que trabalhou para o casal. Ela também comentou a recente entrevista que Fátima fez com Mirtes Renata Souza, mãe do menino Miguel, morto ao cair de uma altura de 35 metros, do 9° andar de um prédio na cidade de Recife (PE).

Em um vídeo publicado em suas redes sociais nesta sexta-feira (5), a ex-funcionária do casal relatou que o choro da apresentadora ao entrevistar a mãe do menino morto lhe "soou como falso". Em outra passagem da gravação, ela relatou um fato extremamente grosseiro do âncora do "Jornal Nacional", ao evitar que o filho se queimasse na cozinha.

'Falso choro' de Fátima Bernardes

Léa Silva, ao assistir a entrevista da mãe do menino morto ao cair do prédio em Pernambuco durante o programa "Encontro com Fátima Bernardes", afirma ter visto um choro falso.

A apresentadora, na oportunidade, ficou muito emocionada com o relato da mãe da criança e fez com que a ex-funcionária lembrasse de um fato ocorrido na época em que trabalhava para os famosos.

Ela questionou se Fátima se lembrava de quando salvou o seu filho de se queimar na cozinha. "Acho que ela não lembra", disse.

Sobre a entrevista, ela considerou que a comoção da ex-patroa não teria sido verdadeira. "Soou um pouco falso o seu choro na matéria", desabafa.

Desaforo de William Bonner

Ainda falando desse acontecimento de evitar que o filho de Fátima Bernardes e William Bonner se queimasse, Léa revelou-se muito magoada com uma atitude do marido de Fátima à época.

Segundo seu relato, ela poderia ter deixado o garoto de queimar na cozinha, porém evitou o desastre. "Eu atravessei na frente da panela para o Vinícius não se queimar", revelou.

Após o ocorrido, ela deu a ideia ao casal para que instalasse uma 'barreira' na porta da cozinha para que o pequeno não conseguisse mais acesso, protegendo-o.

No entanto, William Bonner teria sido extremamente ofensivo e grosseiro ao sugerir que ela estaria tratando o filho como um cachorro. Ao final do vídeo, ela disse que podia ter deixado o filho da patroa se queimar, mas evitou e considerou o casal muito mal agradecido. "Não esqueci não, viu dona Fátima Bernardes e seu William Bonner", finalizou.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Fofocas
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!