Funcionários da sede da Rede Globo de Televisão, no Jardim Botânico, no Rio de Janeiro, passaram por um aperto na tarde desta quarta-feira (10), quando um homem armado com uma faca invadiu a sede da empresa e fez uma repórter refém.

Rede Globo de Televisão é invadida

Um homem fazendo uso de uma faca invadiu as dependências da Rede Globo nesta tarde exigindo ver a jornalista Renata Vasconcelos, que está fazendo aniversário no dia de hoje. O rapaz, que queria falar com a jornalista do "Jornal Nacional" fez a repórter Marina Araújo refém durante a sua ação.

Com o artefato no pescoço da repórter, o rapaz dizia que queria falar com a colega de bancada de William Bonner e, enquanto fazia Marina de refém, chegava a beijar a cabeça da funcionária da Globo, mesmo estando com a faca em seu pescoço.

Os seguranças da emissora agiram com presteza e chamaram a polícia e tudo terminou bem, após Renata Vasconcelos comparecer ao local do acontecimento e o rapaz poder vê-la. A Rede Globo lançou uma nota informando sobre o ocorrido e deixou claro que as funcionárias estão bem e que tudo foi resolvido prontamente.

Comunicado da Rede Globo de Televisão

Através de uma nota divulgada para a imprensa, a Rede Globo informou que na tarde desta quarta-feira um homem invadiu a sede no Rio de Janeiro, fazendo uso de uma faca. Eles disseram que a repórter Marina Araújo foi feita refém, mas que a segurança da empresa agiu de forma rápida, isolando o lugar e chamando a polícia.

O comandante Heitor Henrique foi até a Rede Globo e conduziu a negociação com o invasor.

Segundo a nota, Marina foi liberada tempos depois e todos os empregados que se encontram no momento do ocorrido estão passando bem e não se feriram.

A emissora disse repudiar todo o tipo de violência e que o ocorrido foi realizado por um rapaz com distúrbios mentais, sem ligação política. Eles confirmaram que o rapaz fez a exigência de ver a jornalista Renata Vasconcelos e que seguindo as orientações do comandante da polícia, a âncora do "Jornal Nacional" compareceu ao local, onde a colega de profissão era feita de refém.

Homem larga refém ao ver Renata Vasconcelos

Ainda segundo a nota da Rede Globo, assim que o homem avistou a jornalista, ele largou a faca e liberou Marina Araújo, sendo preso imediatamente. A emissora agradeceu aos policiais pela condução exemplar. Eles disseram que Marina agiu de forma corajosa, serena e firme, e que isso foi fundamental para o sucesso no desfecho da situação.

Eles elogiaram Renata Vasconcelos pela coragem, desprendimento e solidariedade, que também foi imprescindível para que tudo terminasse bem. Segundo o comunicado, as duas profissionais se encontram bem e foram recebidas com carinho e emoção pelos colegas de trabalho.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!