Uma situação inusitada ocorreu na tarde desta quarta-feira (10), na sede da TV Globo, localizada no Jardim Botânico, Rio de Janeiro. Um invasor, que não teve a identidade revelada, entrou no local portando uma faca e chegou a fazer a repórter Mariana Araújo como refém. Seguranças da emissora teriam isolado o local rapidamente e acionado a Polícia Militar. O coronel Heitor Henrique Pereira compareceu à emissora e comandou as negociações para que o invasor libertasse a refém. De acordo com o site G1, após poucos minutos de conversa, o homem teria liberado Mariana Araújo, que teria saído ilesa da situação, onde mais ninguém se feriu.

A TV Globo afirmou repudiar qualquer meio de violência e revelou que o invasor desejava ver a jornalista Renata Vasconcelos, que comanda o "Jornal Nacional" ao lado de William Bonner. Rumores nas redes sociais apontaram motivação política na invasão, porém, a TV Globo afirmou que o homem seria alguém portador de distúrbios mentais.

Invasor foi preso em flagrante

Ainda de acordo com o site G1, o coronel Heitor Henrique Pereira, do 23° batalhão da Polícia Militar do Rio de Janeiro, teria orientado que a jornalista Renata Vasconcelos comparecesse até o local onde o invasor fazia a repórter Mariana Araújo refém. Ao ver a apresentadora do "Jornal Nacional", o invasor teria soltado a faca e liberado a repórter, sendo preso pela polícia em seguida.

A emissora carioca agradeceu ao coronel Pereira e à toda a corporação por terem agido com rapidez e competência diante do caso. A TV Globo também elogiou o comportamento de Mariana Araújo.

Segundo a emissora, a repórter teria se mentido serena e firme durante todo o momento, e que sua coragem teria sido fundamental para o bom desfecho da situação.

A TV Globo também rendeu elogios à Renata Vasconcelos, afirmando que a jornalista teria sido corajosa e solidária com a situação ao se apresentar ao invasor a pedido da polícia. Por fim, a emissora revelou que todas as funcionárias passariam bem, e teriam sido recebidas pelos colegas com bastante carinho e alívio.

Homem desejaria aparecer ao vivo

Segundo o site UOL, o invasor teria a intenção de aparecer ao vivo na TV Globo, e teria pedido o sinal do Globoplay para conferir se estaria sendo transmitido ao vivo. Os funcionários da emissora teriam apontado uma câmera para o homem na intenção de fazê-lo pensar que estava ao vivo. Durante as negociações, o coronel Heitor Henrique teria dado sua palavra ao homem de que ele veria a jornalista Renata Vasconcelos, mas exigiu que ele liberasse Mariana Araújo primeiro. A repórter já atuou na emissora em coberturas envolvendo política, economia e esportes. Araújo também esteve nas coberturas do Carnaval e da Copa do Mundo em 2014.

Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!