Há cinco anos, a morte do cantor sertanejo Cristiano Araújo deixou o Brasil inteiro abalado. O cantor morreu aos 29 anos, vítima de um acidente de carro. Sua morte, no auge da carreira, deixou muitas pessoas abaladas e inconsoláveis por todo o país, que acompanhavam a trajetória do artista.

Muitos fãs e Famosos na época em que tudo aconteceu usaram de suas redes sociais e outros meios para poder demonstrar que haviam ficado tristes com a fatalidade que aconteceu com o sertanejo.

Crônica de Zeca Camargo sobre Cristiano Araújo

No entanto, o jornalista Zeca Camargo na época em que tudo aconteceu, foi na contramão do que todos estavam demonstrando no momento em relação à morte do cantor.

Através de uma crônica que foi feita pelo jornalista, ele chegou a questionar a popularidade de Cristiano Araújo na época em que tudo aconteceu. Ele ainda aproveitou o texto para poder criticar o clima de luto que havia sido deixado entre famosos e fãs pela partida repentina e tão prematura do cantor.

Diante disso, o jornalista acabou sendo processado pelo pai do cantor sertanejo pelo texto escrito. A ação judicial, que vinha desde a época do acontecido, terminou depois de uma longa batalha judicial que foi travada entre o jornalista e a família do cantor.

João Reis de Araújo, pai de Cristiano, levou Zeca à Justiça por danos morais, devido à grande repercussão que seu texto havia causado no país na época em que foi feito.

A crônica, na época, foi narrada por Zeca no "Jornal das Dez", que vai ao ar pela GloboNews, logo após a notícia da morte de Araújo.

O processo que estava sendo movido contra Zeca foi aberto em Goiânia em julho de 2015, pelo próprio pai de Cristiano Araújo e pela C.A, Produções Artísticas, que era a responsável por administrar a carreira do cantor.

A indenização em relação ao caso que estava sendo pedida pelo pai do cantor era de R$ 60 mil. De acordo com João Reis de Araújo, metade do dinheiro do processo ficaria para a família e a outra metade seria doada para uma instituição de caridade que seria escolhida.

Em 2018, aconteceu a primeira condenação de Zeca Camargo referente ao caso do cantor.

De acordo com a juíza do caso, Rozana Fernandes Camapum, da 17ª Vara Cível de Goiânia, o jornalista estaria autorizado a fazer crônicas e falar com emoção, porém, ele não deveria descambar para o lado da agressão gratuita como foi feito no texto que gerou o processo.

Ela ainda cita que Zeca não poderia apresentar desprestígio e humilhação à pessoa humana através do texto. Ela alegou também que Camargo não havia respeitado o momento de luto da família do cantor quando o texto foi ao ar pela televisão e nem mesmo o momento de luto que também estava sendo vivido pelos fãs de Cristiano. Zeca chegou a recorrer da decisão, mas no final do ano passado acabou entrando em acordo com a família do cantor.

Os detalhes do foi negociado não foram divulgados.

Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!