O ator Stênio Garcia sofreu um desligamento do quadro de funcionários fixos da Rede Globo em março deste ano, após ter sido parte dos contratados da emissora por 47 anos.

Na época em que a demissão aconteceu, o ator ficou em estado de choque e chegou até mesmo a precisar receber visitas médicas em sua casa devido à situação toda causada pela demissão da emissora.

A respeito do desligamento, o ator contou à colunista Fábia Oliveira, do jornal O Dia, que ficou surpreso com o anúncio de desligamento. "Eu fiquei sem chão. Nunca tive problemas com a emissora e considerava a Globo como a minha casa", disse.

Stênio Garcia revela detalhes da demissão

O ator afirmou que ainda tem muita consideração pela Rede Globo, mas que sofreu muito por ter ficado sem nenhum papel na emissora nos últimos anos em que esteve ainda como funcionário.

Ele conta que cultiva muito amor e respeito pela emissora, mas conta que, desde 2013, não tinha nenhum papel para ele na emissora e que não estava sendo chamado para trabalhos.

Antes que a fatídica demissão viesse para Stênio, ele chegou até mesmo a fazer um apelo para que os autores de novela o chamassem para algum papel na Televisão.

A respeito disso, ele destaca o fato de que era funcionário da emissora e que estava à disposição da mesma para ser chamados para papéis em novela. Contudo, ele aponta que não entende o motivo que levou a emissora a não chamá-lo para nenhum papel durante sete anos que ficou parado, até que viesse a demissão definitiva neste ano de 2020.

O ator contava com um contato CLT por prazo indeterminado com a emissora desde 1973 e participou de várias novelas ao longo dos anos que esteve na emissora, mas vinha sendo deixado de lado há algum tempo, como foi relatado por ele ao longo da entrevista com a jornalista.

Ele ainda lamentou que outros atores veteranos estão sendo deixados de lado atualmente, cada vez mais pela dramaturgia, que não tem escalado pessoas mais velhas para papéis nas novelas da emissora.

Para o ator, este é um mal cultural do Brasil e ressalta que, infelizmente, isso acontece na área que é considerada como pouco necessária, como sendo a cultura. Ele ressalta isso alegando que fala em relação a pouca importância que outros setores dão para a área em questão da qual ele faz parte.

O ator foi demitido neste ano, bem no começo da pandemia do coronavírus no Brasil, logo quando a Rede Globo passou a tomar várias medidas para evitar que a doença atingisse seus funcionários, e paralisou vários programas e novelas.

O ator ainda garantiu que não descarta a possibilidade de agora colocar a emissora na Justiça devido à demissão. Ele conta que ficou perdido no momento e que ainda está bastante perdido em relação à demissão da emissora, mas que precisa pensar melhor a respeito disso ainda e conversar com a esposa para poder decidir o que fará a seguir em relação ao acontecimento, caso decida entrar na Justiça contra a emissora.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!