Depois de abrir mão de disputar a herança do apresentador de televisão Gugu Liberato, que morreu no ano passado, Thiago Salvático, que foi apontado como sendo namorado do apresentador, está agora em uma nova briga na Justiça. No entanto, desta vez a briga está sendo contra o suposto ex-marido do chef de cozinha, Guilherme Stangherlin, que alega que adquiriu vários bens junto com o chef ao longo do casamento que tiveram.

O homem em questão contratou uma advogada em Santa Catarina para poder iniciar a ação de reconhecimento de união estável, para provar que, de fato, teve um relacionamento com Salvático.

A defensora, Jeziane Pereira, deu uma entrevista para a coluna de Leo Dias no portal Metrópoles, na qual falou a respeito da defesa de Stangherlin. Ela declarou que Salvático agora está se recusando a partilhar os bens que foram adquiridos por ele e pelo suposto ex-marido durante o casamento que, ao que tudo indica, durou cerca de 5 anos.

Ação requerindo reconhecimento de união estável

A ação para que seja reconhecida a união estável entre os dois agora e também a dissolução da partilha de bens está acontecendo em segredo de Justiça no momento.

Ao longo da união estável, quando o casal em questão de forma onerosa adquire bens, por mais que os bens em questão sejam apenas no nome deu uma das partes, e um deles decide colocar um fim na união, é preciso que ocorra um reconhecimento ou até mesmo uma dissolução que deve contar com uma partilha dos bens adquiridos, que deve ser feita de uma forma administrativa, amigável ou que deve ser levada para a Justiça e se torna litigiosa.

Jeziane, em sua declaração para a coluna de Leo Dias, declarou que tentou de várias formas que a situação entre o ex-casal fosse resolvida de uma forma amigável, isso tudo para que seu cliente não fosse exposto em meio à situação.

No entanto, ela alega que este não foi o desejo de Thiago, que passou a ignorar as tentativas para que a situação toda pudesse ser resolvida da melhor forma possível sem que fosse necessário fazer uso da Justiça para o caso.

Na conversa com Leo Dias, a defensora de Stangherlin ainda falou que a relação entre o seu cliente e Salvático teve uma duração de cinco anos, e que durante este tempo em que estiveram juntos os dois compraram bens móveis e imóveis juntos.

Ela ainda alega que para seu cliente não houve outra opção a não ser ingressar de forma judicial para que fosse resolvida a questão entre os dois.

Ela ainda reforça que o fim do relacionamento entre os dois aconteceu no dia 23 de maio, quando seu cliente resolveu se mudar da casa em que o casal morava na Alemanha.

Neste meio tempo, Salvático estava tentando comprovar que havia tido uma união estável com o apresentador de televisão. Mas decidiu desistir da disputa, que estava acontecendo não só com ele, mas também com Rose Miriam di Matteo, a mãe dos filhos do apresentador.

Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!