A cantora Ludmilla e sua esposa, a bailarina Brunna Gonçalves, descobriram recentemente, ao realizarem um teste de anticorpos para a Covid-19, que haviam contraído a doença anteriormente.

Diante do teste que foi feito, as duas testaram positivo para os anticorpos da doença, por mais que, aparentemente, não tenham tido sintomas da mesma anteriormente, que possam ter gerado suspeita de que haviam contraído o vírus de fato.

A notícia foi compartilhada por Brunna nesta terça-feira (30), através de suas redes sociais. Ela contou na publicação que chegou a sentir alguns dos sintomas que poderiam indicar a doença de fato em fevereiro deste ano, que foi no momento em que o primeiro caso da doença havia sido confirmado em solo brasileiro.

Na publicação, Brunna relatou a respeito da descoberta que foi feita por ela e por sua esposa, a cantora Ludmilla, e se mostrou surpresa com o resultado do teste.

Resultado positivo para Covid-19

Na publicação, que foi feita através do Twitter, Brunna contou aos seus fãs que resolveu realizar o teste para anticorpos da doença e que o resultado apontou que ela havia sido contaminada pelo vírus em um momento anterior.

A bailarina declarou que ficou chocada com a notícia e fez questão de afirmar que é algo muito perigoso. Ludmilla também aproveitou o momento para poder falar para seus fãs que também havia testado positivo para a doença, da mesma forma como a esposa.

Ludmilla, ao falar a respeito de seu teste positivo para anticorpos da doença, declarou que suspeitava que pudesse ter tido a Covid-19, visto que ela havia demonstrado alguns sintomas anteriormente.

Ela conta que o momento em questão, da mesma forma como foi apontado por Brunna, aconteceu logo no começo da pandemia, que ela sentiu alguns sintomas que podem indicar que a pessoa se contaminou com o vírus.

Diante da revelação, uma fã da cantora levantou a hipótese de que as duas poderiam ter se contaminado com a doença durante uma viagem que feita por elas para os Estados Unidos, ainda em janeiro.

Na ocasião, o país norte-americano ainda não havia confirmado nenhum caso da doença quando a duas estavam em viagem pelo local, bem com no Brasil, que confirmou posteriormente o seu primeiro caso, ainda no mês de fevereiro.

No entanto, Brunna alegou que alguns dos sintomas da doença que elas sentiram apareceram somente ao final do Carnaval, que foi um mês após a viagem que foi feita por ela e Ludmilla pelos Estados Unidos.

A cantora, por mais que tenha confirmado que também havia contraído a Covid-19, não deu mais nenhum detalhe a respeito dos sintomas que foram sentidos por ela neste período em que ela aponta que acredita que foi o momento em que foi contaminada pela doença.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!