A produção polonesa “Rede de Ódio” tem causado um burburinho nas redes sociais e várias pessoas têm se dedicado a debater a sua temática tão atual em todo o planeta, as fake news. A trama impressiona pela atualidade e isto despertou o interesse da HBO para adaptar o filme em um formato de série para a TV.

De acordo com o site Deadline, o diretor Jan Komasa e o roteirista Mateusz Pacewicz participariam do projeto como produtores. Quem teve a ideia foi o produtor Dan Farah, de "Jogador Nº 1". Ao Deadline, ele declarou que o longa-metragem tem “um comentário social provocativo e universal".

Fake news

É correto afirmar que mesmo as pessoas que procuram manter distância de assuntos relacionados à política, já se depararam com este polêmico assunto, pois as fake news são democráticas. O assassinato de reputações não ocorre somente campo da política, a disseminação de informações falsas atua em qualquer área da sociedade.

Do que se trata

Para aqueles que ainda não sabem do que se trata, a polêmica trama criada pelo roteirista Mateusz Pacewicz e conduzida pelo cineasta Jan Komasa acompanha a trajetória de um rapaz pobre vindo do interior, Tomasz Giemza ((Maciej Musialowski), que vai para Varsóvia para se formar em direito em uma grande universidade da capital. Seus estudos são pagos por uma rica família envolvida em causas políticas.

Tomek –seu apelido– é expulso da instituição de ensino por ter sido pego por plágio. Ele não relata o fato aos seus benfeitores e ainda tenta de diversas maneiras se inserir naquela classe social à qual não pertence. Ele desenvolve um interesse amoroso pela filha do casal, Gabi (Vanessa Aleksander).

Mas seu delito é descoberto pela família e Tomek é rechaçado por eles. Porém, o personagem apresenta traços de psicopatia e não desiste de seu plano de fazer parte de uma classe social mais elevada.

Fechada a primeira porta, ele então acaba indo trabalhar em uma empresa especializada em disseminar informações falsas.

Primeiro ele fica encarregado de destruir a reputação de uma influenciadora digital. Como ele se saiu bem neste primeiro trabalho, a inescrupulosa chefe da empresa lhe dá um trabalho ainda mais complexo, destruir a reputação de um candidato a prefeito da cidade. A campanha de difamação do político foi contratada pelo principal adversário da vítima.

Tomek não mede esforços para completar sua tarefa, não poupando ninguém que entre em seu caminho, chegando até mesmo a agir contra aqueles para quem está trabalhando, tamanho é o seu nível de maldade. Ainda não foram divulgadas mais informações sobre a vindoura série televisiva, se a trama será ambientada na Polônia, como na obra original, ou se será transferida para os Estados Unidos.

Siga a página Televisão
Seguir
Siga a página Seriados
Seguir
Siga a página Cinema
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!