A cantora Perlla, que havia sido acusada de ter dado um golpe de R$ 15 mil, sofreu nesta última segunda-feira (24) sua primeira derrota na Justiça. A cantora está movendo uma ação de danos morais contra a empresária Cristiane Conceição, que alega ter levado um calote da funkeira.

No entanto, diante da acusação que foi feita, a cantora resolveu ir à Justiça para pedir que Cristiane não pudesse mais citar o seu nome e nem mesmo usar a sua imagem para falar dela.

O pedido da cantora, porém, foi negado pelo juiz Fabiano Reis dos Santos, que faz parte da Comarca de São Gonçalo, Cartório do 1º Juizado Especial Cível.

Na última semana, a empresária, que é muito conhecida no meio do entretenimento pelo apelido de Cris Com, declarou que a cantora pediu que fosse feita a captação de parcerias, para que ela pudesse realizar uma reforma em sua casa em março. A cantora, entretanto, não teria pago o valor que foi acordado, de R$ 3 mil por mês de trabalho.

Através das redes sociais, Cris relatou que havia conseguido uma permuta para a cantora no valor de R$ 200 mil em móveis de alto padrão, além disso também havia conseguido materiais de construção e também alguns itens de decoração para a reforma da casa da cantora.

A funkeira ficaria responsável apenas por fazer algumas publicações em suas redes sociais referentes às marcas para cumprir o contrato vigente devido à parceria.

Ao que tudo indica, porém, Perlla não cumpriu o acordo que foi feito.

Ao questionar Perlla a respeito dos compromissos que foram firmados por ela, a empresária alega que foi maltratada pela cantora, que justificou a situação destacando que havia recebido como forma de pagamento, na permuta, móveis usados e que estariam em mal estado de conservação.

Perlla se defende e empresária responde

Após a situação toda, a cantora deu uma entrevista para o Extra, na qual confirmou que havia de fato contratado os serviços de Cris, mas que por R$ 1 mil por mês, e não R$ 3 mil, como foi alegado.

Ela ainda justificou que este valor seria uma ajuda de custo que aconteceria ao longo de três meses. Perlla ainda alegou que os móveis nunca chegaram a sua casa.

A cantora também se defendeu, dizendo que a empresária havia pegado para ela os móveis que foram dados pela permuta, além de ter recebido também os seus móveis antigos.

Cris então se sentiu intimidada pela funkeira devido à exposição do caso na mídia e resolveu registrar um boletim de ocorrência contra Perlla por injúria, na Delegacia de Atendimento à Mulher de São Gonçalo, no Rio de Janeiro, na última sexta-feira (21).

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!