O cantor Wesley Safadão faz parte dos artistas mais queridos do público, mas vira e mexe vê seu nome envolvido em polêmicas nas redes sociais. Há algum tempo estava na mídia notícias sobre brigas na Justiça com a ex-esposa Mileide Mihaile, em relação ao filho Yudi e pensão alimentícia. Nesta quarta-feira (5), foi noticiado sobre um processo impetrado pelo próprio tio do cantor contra ele.

Tio entra na Justiça contra Wesley Safadão

Emanuel Hélio Eduardo de Oliveira, tio de Wesley Safadão, entrou com um processo na Justiça no ano de 2011 e o mesmo poderá ser resolvido ainda este mês. No processo, que corre na 34ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza, no Ceará, o homem alega que a mãe do forrozeiro, Dona Bill, não cumpriu com um acordo feito no ano de 2003.

Emanuel alega que eles realizaram um acordo onde ele tinha direito aos lucros dos shows da banda Garota Safada, nos últimos sábados, a cada dois meses. O acordo teria ocorrido após o tio ceder um ônibus, no valor de 22 mil reais, para o sobrinho, que estava à frente da banda, viajar realizando suas turnês. Devido a isso, o tio teria se tornado sócio do grupo musical e anexou como uma das provas, uma gravação de Wesley Safadão no "Domingão do Faustão", do ano de 2018, onde falou sobre o assunto.

Wesley Safadão falou sobre tio no Faustão

No momento em que participava do "Domingão do Faustão", Wesley foi questionado sobre o apelido de Safadão e disse que era por causa da banda Garota Safada. Na ocasião, o sertanejo relembrou quando, no programa em 2010, ele foi anunciado com o nome da banda. Wesley disse que as pessoas questionavam o fato dos artistas abandonarem os primeiros sócios e irem para carreira solo.

Neste momento em que falou dos sócios, o cantor citou a mãe e o tio, e disse que a banda era de família, que continuavam sendo os mesmos sócios e que só tinham invertido o nome.

Pedro Brandão Neto, advogado do tio de Safadão, falou sobre o assunto. Ele disse que desde o mês em que ocorreu o descumprimento do contrato até os dias atuais, ocorreram cerca de 70 shows, com a banda tocando três vezes na mesma data, esse valor seria para o tio e o valor seria em torno de R$ 40 milhões.

O advogado contou que Dona Bill chegou a oferecer 500 mil reais para o homem, e que isso equivaleria a 1% do valor devido. Pedro disse que esse valor é insignificante para Wesley e sua mãe, e uma falta de respeito com quem conseguiu colocar os dois como pessoas milionárias.

O profissional disse que se a Justiça cumprir o que determina o Código de Processo Civil, a sentença deve ser dada até o dia 21 de agosto.

O advogado disse ainda que antes de entrar na justiça, seu cliente procurou Wesley e sua mãe para tentar negociar a situação e que a entrevista ao Faustão foi uma confissão de que o tio era seu sócio na banda Garota Safada.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Música
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!