Rose Miriam di Matteo apresentou um novo documento na Justiça para tentar novamente comprovar uma união estável com o apresentador Gugu Liberato, que morreu em novembro de 2019. Desde a morte do comunicador, a médica enfrenta uma briga judicial para ter direito ao espólio do famoso. O novo documento, apresentado como prova pela defesa de Rose, foi divulgado em primeira mão pelo programa “Fantástico”, da Globo.

No ano de 2016, para que a mãe de seus três filhos, João Augusto e as gêmeas Marina e Sofia, conseguisse o Green Card (autorização para morar nos Estados Unidos), Gugu escreveu um documento, onde se referiu a Rose Miriam como sua companheira.

Para descrever a médica, o comunicador usou a palavra em inglês, “partner”, ou “parceira” na língua portuguesa.

'Companheira de muitos anos', diz Gugu no documento

No novo documento, Gugu afirmou que tinha “uma companheira de muitos anos”, que também era a mãe de seus filhos. Além disso, o documento assinado pelo comunicador, também diz que Gugu presenteou Rose com uma quantia de US$ 555 mil para seu uso pessoal. Por fim, Liberato afirmou que o dito acima era “verdadeiro e correto”, “sob pena de perjúrio”.

Defesa considera documento 'Santo Graal' no caso

A defesa de Rose, que trouxe o documento a um cartório brasileiro e o entregou à Justiça, considera a nova prova o “Santo Graal” no caso do espólio de Gugu Liberato. Para o “Fantástico”, o advogado da médica, Nelson Willians, afirmou que, no documento em questão, o comunicador afirma “sob pena de cometer perjúrio” que Rose era sua companheira de anos.

Diferente da versão de Willians, os defensores da família de Gugu caracterizam as novas alegações como “fanfarronices”, afirmando que Rose está tentando induzir a opinião pública, que “desconhece o processo”, ao erro. Além disso, a defesa da família afirma ainda que o documento é antigo e, por isso, interpretações ou até mesmo traduções distorcidas, não dão credibilidade para a tese de união estável.

Ainda para o programa, Nelson Willians adiantou que irá pedir a anulação do testamento de Gugu. Além disso, o advogado da médica também entrará com uma ação judicial pedindo a reserva de bens do comunicador, para que assim, será garantido que a parte do espólio, supostamente de Rose Miriam, não seja gasta.

De acordo do que foi deixado pelo comunicador em seu testamento, assinado em 2011, sua herança está dividida atualmente entre seus filhos e sobrinhos.

Enquanto João Augusto, de 18 anos, e as gêmeas Marina e Sofia, de 16, possuem 75% dos bens do pai, os sobrinhos de Gugu dividem os 25% restantes. Se conseguir comprovar uma união estável com Gugu, Rose passa a ter direito a 50% dos bens do apresentador.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Fofocas
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!