O ator Danton Mello relatou como fez para conseguir superar o acidente de helicóptero que sofreu em 14 de setembro de 1998 e que quase o matou. Ele estava sobrevoando Roraima quando o acidente aconteceu. Após o acidente, o ator passou por um período de trauma, que foi superado por ele 13 anos após o acontecido, em uma viagem à Argentina. Na ocasião em questão, Danton pediu para voar em uma aeronave pequena, para conseguir vencer o trauma que havia sido deixado pelo acidente de helicóptero. Agora, ao contar sobre o fato, o ator garante que precisou enfrentar este medo.

Na época em que aconteceu o acidente em questão, Danton era apresentador do programa "Globo Ecologia", que foi ao ar de 1990 a 2014, na Rede Globo.

No momento em questão, ele estaria voando junto com sua equipe do programa até o Monte Roraima, onde iria gravar um programa educativo. O repórter Fernando Parracho e o piloto do helicóptero, que estavam junto com Danton no momento, sobreviveram ao acidente, no entanto, o operador de áudio Ricardo Cardoso não resistiu e morreu ainda no local.

Danton Mello relembra acidente

Em uma entrevista para o jornal Extra, o ator relembrou que devido ao acidente, ele não ficou com medo de voar de avião, que a restrição ficou apenas para helicóptero na época, mas que devido a um impulso que teve em uma viagem, ele acabou se curando do medo que tinha. A viagem em questão que Danton relata foi para Ushuaia, em 2011.

Quando estava esquiando no local, ele notou que havia um fotógrafo em um helicóptero o acompanhando. Devido a isso, ele pediu para poder voar junto com ele.

O ator conta que o local em que estava era inóspito, assim como o local em Roraima onde se acidentou, e que devido a isso, ele percebeu que precisaria enfrentar o seu medo.

"E eu pedi pra voar junto. Era um lugar inóspito, como aquele lá em Roraima, e eu precisava enfrentar isso", disse. Danton relatou ainda que ao entrar no helicóptero ele esqueceu de tudo e não consegue se lembrar de nada que aconteceu durante o voo em questão. O piloto questionou a ele no momento se estava tudo bem e logo em seguida decolou.

O ator não sabe nem mesmo se o voou durou cinco minutos ou meia hora, mas que ao longo de toda a viagem ele chorou muito e quando pousou estava leve.

A respeito do acidente, Danton relembra que chegou a procurar por Parracho, que se acidentou junto com ele, quando o acidente completou 20 anos, para que os dois pudesse voltar a Roraima em uma expedição, mas que voltariam caminhando por uma trilha pela Venezuela. Mas garantiu que não voltaria mais de helicóptero. No entanto, o ator contou que não conseguiu realizar este desejo porque acabou emendado um trabalho no outro ao longo dos anos e isso ficou para trás em sua vida. Mas, o ator garante que ainda espera conseguir fazer esta visita ao local novamente, anos após o acidente que o traumatizou.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!