Na última terça-feira (15), um erro de português que foi ao ar no "Jornal da Globo" fez com que um grande parte da audiência da emissora deixasse de se concentrar no que estava sendo mostrado nas informações citadas por Renata Lo Prete no momento e passasse a fazer várias piadas e comentários através das redes sociais a respeito do gráfico gigante que estava sendo mostrado no momento no telão do jornal. Na mensagem escrita no telão, constava a frase “taxa de transmição/Covid-19”.

O site Notícias da TV, após toda a repercussão do momento, entrou em contato com a assessoria de imprensa da Rede Globo a respeito do ocorrido, para questionar do momento que foi ao ar.

A emissora confirmou a gafe cometida e declarou ao site que o equívoco em relação à palavra escrita errada foi notado pelos responsáveis somente no momento em que o conteúdo foi disponibilizado através da web posteriormente.

Globo explica erro de português

Em uma nota enviada pela emissora, a Globo alegou que ocorreu um erro de grafia na palavra que dava título ao gráfico em questão e que este erro havia sido corrigido na versão da matéria que posteriormente foi disponibilizada pela Globoplay, o serviço de streaming da emissora.

Entretanto, a palavra “transmissão”, que na matéria veio escrita errada, foi motivo para que os telespectadores perdessem totalmente o foco no que estava sendo dito no momento.

Tratava-se de um dado importante de um estudo feito pela Imperial College de Londres, que mostrava o Brasil em um momento de controle da transmissão da doença.

Na versão original do momento que chamou a atenção do público, Renata lia os dados olhando para a câmera diante do telão do "Jornal da Globo".

No entanto, o erro de português na legenda obrigou a emissora a tomar algumas providências para poder reparar a situação para que ela fosse publicada posteriormente na íntegra na Globoplay.

Quem assiste o momento através do aplicativo nota, agora, que existe uma transição brusca de cena, no momento em que Renata lê os dados do gráfico.

Neste momento, aparece um gráfico adaptado, com a palavra escrita de forma correta. O recurso é algo fora do padrão editorial do telejornal, mas esta foi a maneira mais rápida e eficaz que a emissora achou de corrigir o problema que já havia chamado tanto a atenção do público na edição que foi ao ar na Televisão, para que agora no conteúdo através da web não permanecesse o erro.

Contudo, esta não foi a única edição que a Globo precisou fazer correções. As falas de encerramento também precisaram ser editadas, quando a jornalista faz um pedido de desculpas ao vivo devido ao erro que foi transmitido no jornal.

Esta parte na versão que foi ao ar na web também foi editada e removida pela emissora, já que o erro citado pela jornalista foi corrigido.

Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!