Rayane Laura Souza, médica brasileira que representou a França no Miss Bumbum World, do ano passado, revelou o quão difícil está sendo conseguir uma recolocação no mercado de trabalho após sua participação no concurso. Atualmente, Rayane mora na Bolívia. Para participar da competição, onde foi vice, a médica teve que sair do trabalho fixo que tinha em um hospital.

Segundo Rayane, o fato dela ser bonita e ter participado do Miss Bumbum faz com que ela “sofra preconceito no trabalho”. As declarações foram feitas pela médica ao jornal Daily Star, ao qual também afirmou gostar de mostrar sua “sensualidade nas redes sociais”, mas ressalta que isso não significa que ela não é uma grande profissional dentro de uma unidade hospitalar.

'Médica no tempo livre', diz Rayane

Em sua página no Instagram, Rayane afirma que é modelo e “médica no tempo livre”. Nas redes sociais, a médica publica muitos cliques do seu dia a dia dentro do hospital, mas também compartilha muitas fotos posando de biquíni e lingerie. Além disso, na plataforma, a modelo também compartilha diversos vídeos mostrando sua participação no concurso.

Mesmo ainda não tendo conquistado um emprego fixo na área, Rayane diz não se arrepender e ter orgulho de ter conquistado seu diploma na medicina. Ressaltando já ter se formado, a médica diz que isso é algo que vai “carregar para sempre”.

Rayane era uma das favoritas para vencer

Em 2019, de acordo com o jornal britânico Daily Star, Rayane Laura Souza, na época com 27 anos, era uma das favoritas para vencer o concurso Miss Bumbum, que elegeu Suzy Cortez como dona do bumbum mais bonito do mundo.

Na ocasião, Rayane comentou sobre o fato de ter tido que abandonar sua careira na medicina para participar da competição e afirmou que sua família ainda não tinha aceitado muito bem essa decisão.

Mesmo morando na Bolívia, a médica representou a França no concurso, isso porque é o país onde seus pais nasceram e também onde ela venceu a versão nacional do Miss Bumbum.

Campeã fatura mais de R$ 1 milhão por mês

Suzy Cortez, que conquistou o primeiro lugar no concurso, afirma estar faturando alto através da plataforma OnlyFans, uma rede social para maiores de 18 anos que contém o comércio de nudes e conteúdos adultos. Aos 30 anos, a modelo contou ao jornal Meia Hora que cobra na plataforma em euro e que, se convertido em moeda brasileira, recebe R$ 1 milhão mensais com a divulgação de seus ensaios.

Suzy contou que realiza uma média de sete ensaios explícitos por mês, mas confessa que os inscritos de seu perfil também gostam de conteúdo caseiro. No seu perfil, a modelo conta que o público é restrito a pessoas de 18 a 30 anos.

Siga a página Fofocas
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!