A Rede Globo cancelou a transmissão da festa de Réveillon comandada pelo cantor sertanejo Gusttavo Lima e a cantora baiana de axé Ivete Sangalo. As informações são da jornalista Cristina Padiglione, do jornal Folha de S.Paulo.

Segundo informações da jornalista, a Rede Globo fez uma nova avaliação a respeito da transmissão do evento e acabou retrocedendo. Anteriormente, a emissora tinha decidido que enviaria equipes do Rio de Janeiro para fazer a cobertura do evento em Salvador, Bahia, entretanto, a decisão foi reavaliada.

Segundo a jornalista da Folha, o motivo para isto se deu por causa da crise na saúde e após as restrições anunciadas pelo do governador do Estado da Bahia.

O evento seria transmitido pelo canal por assinatura Multishow e pela Rede Globo.

Segundo a nota divulgada pela emissora para a jornalista da Folha, a decisão foi tomada por cautela da emissora e para preservar a saúde dos seus funcionários.

Para que os telespectadores não fiquem sem atração para o dia 31, ao invés da transmissão do "Show da Virada" em Salvador, no lugar serão exibidos os momentos mais marcantes do "Show da Virada" nos últimos anos na Rede Globo.

A jornalista da Folha chegou a noticiar que os moradores da Bahia contariam com a transmissão do show de Gusttavo Lima e Ivete Sangalo no dia 31, e que o evento aconteceria no Forte São Marcelo. Entretanto, ao que tudo indica isto não será possível, após decisão do prefeito da capital baiana.

Prefeito de Salvador suspende 'Show da Virada'

Segundo informações do portal G1, ACM Neto, prefeito de Salvador, informou que o "Show da Virada", que contaria com a participação de Gusttavo Lima e Ivete Sangalo, foi cancelado. A notícia foi dada pelo prefeito durante uma entrevista coletiva realizada nesta segunda-feira (7).

A festa aconteceria no Forte de São Marcelo, em Salvador, e não contaria com a presença do público.

Entretanto, o prefeito afirmou que o cancelamento ocorreu para alertar à população acerca da gravidade do aumento de casos de pessoas infectadas. Além disso, o prefeito também comunicou que a orla da Barra será interditada na virada do ano para evitar aglomerações no local.

Em coletiva de imprensa, o prefeito afirmou que nos últimos 15 dias a situação na Bahia piorou drasticamente.

A situação estaria mais preocupante e mais grave. O prefeito ressaltou que a população não está em clima de celebração, mas de preocupação. O cancelamento é uma forma que o prefeito encontrou para mostrar à população que é necessário olhar para a situação com seriedade e se preparar para momentos difíceis que podem surgir neste período de crise na saúde.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Siga a página Música
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!