No capítulo previsto para esta quarta-feira (27), chegará ao fim a segunda fase de "Gênesis", que dramatizou a história da Arca de Noé. O escolhido por Deus receberá o chamado de Deus, que o alertará que a nova conjuntura do mundo não o está agradando e que ele pretende destruir tudo, dando a chance da família de Noé e de quem o ouvisse se salvasse desde que construíssem uma arca, que salvaria não só eles, como também duplas de animais que iriam repovoar o mundo após o fim do dilúvio.

Cena de dilúvio sofreu modificações em 'Gênesis'

Logo após ter sido nomeado como o escolhido de Deus, o personagem vivido por Oscar Magrini tentará alertar os demais cidadãos que vivem no local, mas será plenamente ignorado.

Entretanto, quando o dilúvio tiver início, a família do escolhido terá de lidar com um novo imprevisto e defender a embarcação de homens comandados por Zeno.

Para que a cena fosse feita, a Recod TV inundou propositalmente um dos estúdios para tornar crível a cena, construindo uma arca de 35 metros. Eles irão inserir a arca com computação gráfica, enchendo o cânion, o que fará com que a arca comece a levantar.

Interprete de Noé classifica cena em 'Gênesis' como emocionante

Ao 'Notícias da TV', o interprete de Noé comentou a cena, a classificando como emocionante e ressaltando que o momento em que a arca começa a levantar é muito bonita, ressaltando que naquele momento, as pessoas começam a gritar implorando para salvar suas vidas, mas que elas não haviam acreditado no que Deus previu.

Além disso, a pandemia exigiu que algumas coisas na cena fossem modificadas para respeitar as regras sanitárias impostas pela OMS (Organização Mundial da Saúde). O cenário que contaria com ao menos 5 mil figurantes na cena, contou com apenas 60 pessoas que foram multiplicadas para aumentar o número e tornar a cena similar a que é descrita na bíblia.

Efeitos práticos e gráficos foram adicionados em 'Gênesis'

Um dos diretores da cena ressaltou ao 'Notícias da TV' que a grande referência da produção é o cinema, justamente por que inúmeras cenas demandam muita especialidade cinematográfica, como, por exemplo, a dos animais entrando na Arca de Noé e também as cenas sequenciais mostrando o dilúvio e a destruição da cidade.

Além dos efeitos digitais, a produção também contou com os efeitos práticos, gastando uma grande quantia de água para manter o antagonista da trama submerso se afogando na cena e os moradores de Enoque, clamando para sobreviverem, mas sendo castigados com o dilúvio de 40 dias e 40 noites.

Vale ressaltar que em "Gênesis", assim como em outras Novelas, os capítulos são cedidos com antecedência para que a imprensa possam divulgar para os telespectadores da trama, entretanto, os episódios podem sofrer alterações sem qualquer aviso prévio.

Siga a página Novelas
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!