Faleceu hoje na cidade de São Paulo, o conhecido ancião João Santim, que estava à frente do Conselho de Anciães da Congregação Cristã no Brasil, que atendia à comum congregação da Vila Guilhermina, bairro do distrito de Vila Matilde, também na capital. 

Santim foi ordenado ancião no dia 16 de abril do ano de 1967, pelo então também presidente do Conselho à época, o senhor Miguel Spina, umas das personalidades mais importantes e influentes à frente da #Igreja. Miguel foi responsável por inúmeras visitas às igrejas evangélicas ao redor do mundo, pela padronização da arquitetura dos templos e parte do ritual litúrgico e, principalmente, pela unificação da Congregação Cristã nos Estados Unidos da América. 

A chegada do corpo do senhor João Santim, segundo informações divulgadas nas redes sociais, está prevista para o horário compreendido entre 12h e 14h, no estacionamento da Congregação Cristã no Brasil, no bairro do Brás, Rua Visconde de Parnaíba, 1616, próximo à estação Bresser-Mooca (metrô).

Publicidade
Publicidade

Familiares, amigos e membros da igreja se reunirão amanhã às 8h no hall de entrada do prédio administrativo, anexo ao Templo do Brás, para o serviço de funeral, realizado pelos dirigentes da instituição. Na ocasião, serão entoados cânticos de louvores e súplicas, orações e leitura de um trecho da Bíblia Sagrada. O corpo será conduzido para o sepultamento às 9h da manhã. 

A função do ancião dentro da denominação religiosa Congregação Cristã no Brasil é análoga à exercida pelos pastores de outras instituições evangélicas, como as Assembleias de Deus. Nesse sentido, os anciães são responsáveis pela condução e solenidade dos cultos celebrados pelos fiéis, além da realização dos sacramentos de batismo e santa ceia. Anualmente, os anciães de todas as partes do mundo se reúnem na Reunião Geral de Ensinamentos, no bairro do Brás, onde fica a sede mundial da igreja, para tratarem de assuntos referentes à unidade de fé e doutrina da congregação. 

O último ancião à frente do Conselho de Anciães da Congregação havia sido o senhor Jorge Couri, que faleceu no ano de 2014.  #Religião