Sabe-se que todos os integrantes das equipes de saúde que atuam nas unidades de Saúde da Família, hospitais e pronto-atendimentos devem estar bem preparados para lidar com situações diversas, envolvendo o bem-estar dos pacientes, sejam estes urgentes ou em situação eletiva.

Quem trabalha no Sistema Único de Saúde tem uma grande chance de qualificação: o Ministério de Saúde, através do Portal da Saúde, oferece cursos gratuitos online, de curta duração, visando a atualização dos conhecimentos e qualificação dos profissionais. O #Curso de Autocuidado das pessoas com #Diabetes é um dos cursos que fazem parte do módulo de Práticas de Cuidado na Atenção Básica.

Publicidade
Publicidade

Cronograma do curso grátis de apoio aos diabéticos

Com carga horária de 30 horas, o curso aborda temas como Diabetes Melitus, Risco Cardiovascular, Obesidade e Autocuidado. O conteúdo, ofertado em 18 aulas, foi produzido especialmente para auto-aprendizagem, de modo que o profissional possa acompanhar Os tópicos de acordo com o seu ritmo e nível de conhecimento prévio.

As aulas disponibilizadas pelo portal são as seguintes: Acordo pedagógico; Por que estimular o autocuidado nas pessoas com diabetes; Identificação da pessoa com diabetes no território; Abordagem da pessoa com diabetes em domicílio; Acompanhamento do plano do autocuidado em domicílio; Abordagem de família no acompanhamento de pessoas com diabetes; Intervenções para mudança do estilo de vida e alimentação saudável; Atividade Física; Tabagismo; Saúde Bucal; Acompanhamento do uso correto de medicamento oral e insulina; Armazenamento e cuidados com o medicamento oral e insulina no domicílio; Sintomas e sinais de complicações agudas; Cuidados com os pés; O papel do cuidador; Intervenções coletivas e apoio social; Monitoramento do autocuidado da equipe e Avaliação final.

Publicidade

Apesar de focado na atuação e rotina dos agentes comunitários de saúde (ACS), o conteúdo pode ser acessado por outros profissionais, como médicos, enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, recepcionistas hospitalares, técnicos de laboratório, cuidadores e pessoas que possuem diabéticos na família.

Como se inscrever 

Para participar do curso é preciso realizar um cadastro simples na Comunidade de Práticas de Atenção Básica, administrada pelo Ministério da Saúde. Também é possível acessar o conteúdo sem o cadastro, porém, não será possível comentar e ser submetido às avaliações. A oferta permanece aberta aos interessados - não há data limite para inscrições.

Não deixe passar a oportunidade de se qualificar gratuitamente, com conteúdo produzido por quem entende de saúde. Inscreva-se no curso e compartilhe a dica com os amigos da área.