Quatro dias após ver o maior rival, Grêmio, comemorar o título da Copa do Brasil e uma vaga na próxima Taça Libertadores, o #Internacional completou o seu "inferno astral" neste domingo. Tendo uma atuação apática, o Gigante da Beira-Rio, que precisava vencer e de tropeços dos adversários (Sport e Vitória), ficou no 1 a 1 com o #Fluminense no estádio Giulite Coutinho, em Édson Passos, em confronto da última rodada do Campeonato Brasileiro e, na próxima temporada, disputará a Série B.

Graças a esse resultado, o Colorado encerra a sua participação no 17º lugar, somando 43 pontos e, pela primeira vez na sua gloriosa história, disputará a Segunda Divisão do futebol nacional.

Publicidade
Publicidade

Já o Tricolor, que encerra o ano com a incômoda marca de dez jogos sem vitória, fecha a sua campanha em 13º com 50 pontos.

Antes do início do jogo, mais uma homenagem às vítimas do acidente da Chapecoense em Medellín, na Colômbia. As duas agremiações estampavam, em seus uniformes, o escudo do time catarinense e os mascotes do Fluminense, mandante do clássico, entraram no gramado com a camisa do clube do Sul do país.

Quando a bola começou a rolar, o Inter deu a entender que faria a sua parte. Em ataque pela esquerda, Vitinho entrou na área e tocou para Valdívia. O meia, porém, demorou a finalizar e perdeu a oportunidade. Aos poucos, o Flu equilibrou as ações e teve quatro chances de abrir o placar. na melhor deas, aos 44 minutos, depois de ser empurrado dentro da área, Richarlison cobrou pênalti de maneira bisonha, facilitando a defesa do goleiro Danilo Fernandes.

Publicidade

Veio a segunda etapa e, novamente, o Internacional começou pressionando. Enquanto isso, o Fluminense apostava em uma forte marcação e saídas rápidas de contra-ataques. Aos oito minutos, o fato que mudou o andamento da partida: gol do Sport na Ilha do Retiro. Essa informação gerou um profundo abatimento no elenco colorado e, para piorar, aos 27, Douglas finalizou de longe, a bola desviou na zaga e entrou no canto esquerdo, diante de um Danilo Fernandes sem reação: Flu 1 a 0.

A desvantagem no marcador cresceu ainda mais a tristeza no Internacional e, mesmo com Gustavo Ferrareis igualando o placar aos 41, o pesadelo do rebaixamento à Série B se tornou, infelizmente para a massa colorada, uma realidade na história do único campeão invicto da história do Brasileirão.

Do outro lado, a expectativa da torcida do Fluminense é que a gestão Pedro Abad não repita os erros de seu antecessor e as vitórias retornem ao dia a dia das Laranjeiras. #PaixãoPorFutebol