Foi com muita luta, mas o Fluminense obteve, nesta noite de quarta-feira (28), a sua primeira vitória na Taça Libertadores da América de 2021. Jogando no estádio Centenário de Armênia, na Colômbia, o Tricolor das Laranjeiras, mesmo atuando com um jogador a menos desde a metade final do segundo tempo, derrotou o Independiente Santa Fé por 2 a 1.

Gols no início e sufoco no final dão a tônica ao Fluminense

Dois personagens foram fundamentais para esse resultado positivo do time do Rio de Janeiro. Ao balançar as redes duas vezes, Fred, além de garantir os três pontos, atingiu a marca de 186 gols com a camisa do Fluminense, tornando-se o segundo maior artilheiro da história do clube.

O outro foi Marcos Felipe. Com três excelentes defesas, o goleiro segurou a pressão colombiana e deixou o gramado do Centenário bastante celebrado pelos próprios companheiros.

Pela Libertadores, o Flu volta a campo na próxima quinta-feira (6), às 19h (de Brasília). Novamente na Colômbia, dessa vez em Barranquilla, encara o Junior local. Antes, no próximo domingo, às 16h (de Brasília), vai até o Estádio Luso-Brasileiro, na Ilha do Governador, região portuária da cidade do Rio de Janeiro, e enfrentará, pelas semifinais do Campeonato Carioca, a Portuguesa-RJ.

Logo aos cinco minutos, após roubada de bola, Kayky dominou pela direita, driblou um zagueiro e tocou para Nenê. Com um toque de calcanhar, o camisa 11 deixou Fred livre.

Mostrando o faro de matador, o camisa 9 dominou de direita e, de canhota, estufou as redes.

A vantagem no placar deu o contra-ataque ao Fluminense, mas a equipe dirigida por Roger Machado, a rigor, só teve uma grande oportunidade com Kayky, que, recebendo passe de Martinelli pela esquerda, carimbou o travessão. Enquanto isso, o Santa Fé passou a rondar e, em duas ocasiões, por muito pouco, não igualou a partida antes do intervalo.

Veio o segundo tempo e, assim como na etapa inicial, o Fluminense foi logo marcando. No primeiro minuto, Egídio recebeu passe de Kayky, avançou pela esquerda e, em um cruzamento milimétrico, colocou a bola na cabeça de Fred, que testou firme, sem chance para o goleiro do Santa Fé.

Aos cinco minutos, porém, o Santa Fé descontou.

Giraldo, depois de cruzamento vindo da esquerda, aproveitou bobeada de Luccas Claro, deu um toque de direita para tirar Marcos Felipe da jogada e, de canhota, mandou para o gol vazio. A partir daí, a agremiação da casa pressionou em busca do empate, principalmente após a expulsão de Egídio. O Flu, no entanto, contou com um sólido sistema defensivo e a brilhante atuação de Marcos Felipe para segurar o resultado e a primeira vitória na Taça Libertadores.

Siga a página Fluminense
Seguir
Siga a página Libertadores
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!