Uma mulher que era professora chocou os membros da igreja onde ela trabalhava ao se tornar uma estrela de filmes adultos após ganhar um reality show erótica, chamado The Sex Factor. A mulher foi identificada como Blair Williams, que trabalhou como professora pré-escolar da igreja e viveu como uma devota católica.

Depois de perder a sua virgindade um ano antes do reality show, Blair, cujo seu nome verdadeiro é Taylor, se escreveu para o concurso executado pela gigante do setor erótico xHamster. Semelhante a uma competição de TV, os concorrentes amadores batalham uns contra os outros por um contrato e um prêmio de aproximadamente R$ 3,5 milhões, além de um contrato de três anos para fazer filmes.

Publicidade
Publicidade

Blair, moradora de Los Angeles, nos Estados Unidos, revelou que a sua nova fama tem um custo, como a reprovação de seus pais. "O que é mais difícil para minha mãe é o estigma em torno de minha inteligência ou capacidade como pessoa por causa do meu trabalho. Eu sou universitária e tinha uma bolsa acadêmica, de que outra forma posso provar que minha carreira foi uma decisão pensada? Há uma ideia de que eu não estou usando meu cérebro da maneira que eu deveria, quando realmente estou usando as ferramentas que tenho para ter sucesso em um trabalho, assim como em qualquer outro", disse Blair.

Apesar de sua carreira arriscada e as atitudes católicas sobre sexo pré-nupcial, Blair diz que ela ainda é uma firme crente no Espírito Santo, como mostra a legenda de uma em foto em seu Instagram. "Algumas estrelas eróticas vão para o céu", escreveu a jovem.

Publicidade

Aparecendo como sexy e religiosa, Blair claramente não tem medo de causar ofensa.

A sua carreira chega em completo contraste com Crystal Basette, atriz que deixou o mundo do sexo para se tornar um pastor depois de "encontrar Deus". Ela também diz que manter relações durante as filmagens todos os dias não a torna menos religiosa.

"Eu ainda acredito em Deus. A #Religião não condena as pessoas que fazem algo obsessivamente. Se eu voltasse para a minha igreja, eu sinto que não poderia dizer às pessoas o que faço sem ser levada para uma sala dos fundos para um exorcismo. Tenho um problema com pessoas que gostam de falar em nome de Deus e colocam seu medo da sexualidade em mim. As pessoas usam a religião como uma arma porque estão desconfortáveis ​​consigo mesmas", disse ela.

Blair diz que vai continuar sendo uma atriz de filmes adultos, mas relata que vai se aposentar bem cedo. "Meu plano é continuar filmando até que não me faça feliz, ou já não é financeiramente rentável. Eu me vejo aposentando cedo, tendo dinheiro suficiente para me sustentar e viver confortavelmente, apenas me voluntariando para o resto da minha vida. Por hora, eu só quero fazer um trabalho que vai quebrar o estigma da minha profissão”, disse Blair Williams. #BlairWilliams #Relacionamento