A atriz grávida, cuja sua filha de 4 anos morreu em um acidente de carro depois que foi atingido por outro veículo que furou o sinal vermelho, perdeu o bebê devido aos ferimentos causados no acidente [VIDEO]. A mulher foi identificada como Ruthie Ann Miles, que deveria dar à luz uma menina neste mês. Dois meses depois de ter perdido a filha, Abigail, em um acidente fatal em Park Slope, no Brooklyn, em 5 de março.

Atriz que estava grávida perde o bebê devido ferimentos de acidente de carro

De acordo com o advogado da atriz, quando o acidente aconteceu, sua cliente já estava grávida e ficou gravemente ferida. Porém, na última sexta-feira (11), Ruthie perdeu o bebê.

No acidente estavam presentes a atriz e uma amiga, identificada como Lauren Lew. Ambas estavam atravessando uma faixa de pedestres com seus filhos pequenos enquanto passeavam com os pequenos. Foi quando Dorothy Bruns, de 44 anos, atravessou o sinal vermelho e atropelou as mães e seus filhos.

A filha de 4 anos de Miles, Abigail Blumenstein, e outra criança - o filho de sua melhor amiga -, Lauren Lew, Joshua morreram no acidente. A atriz e a amiga também ficaram feridas. Bruns, que ignorou as ordens dos médicos para não dirigir por causa de sua história de convulsões e doenças cardíacas, foi acusada na quinta-feira (10) passada de homicídio culposo pela Procuradoria do Distrito de Brooklyn.

Bruns se declarou inocente das acusações e responderá pelo crime em liberdade após pagar uma fiança de U$ 75 mil (cerca de R$ 250 mil).

A mulher está sendo acusada de homicídio por negligência criminosa, ameaça imprudente, agressão física grave e outras acusações. Se condenada, ela pode pegar até 15 anos de prisão.

Segundo relatos, três dias antes do acidente, o socorro foi acionado para comparecer ao apartamento de Bruns após ela sofrer uma parada cardíaca. Em depoimento, a mulher disse para a polícia que, no momento, do acidente ela havia passado mal. De acordo com o site Daily News, a mulher já havia sido socorrida duas vezes no ano passado por problemas cardíacos, a primeira em 19 de novembro e a segunda em 22 de dezembro.

Seus problemas de saúde haviam se agravado em janeiro deste ano, o que levou a mulher sair de licença médica de seu emprego. Porém, no mês de fevereiro, ela retornou para o emprego após receber autorização médica e, no mês seguinte, atropelou a atriz vencedora do Prêmio Tony, Ruthie, que estava grávida de 30 semanas.

Leia também

Professora gata que teve relações sexuais com aluno é morta com 6 tiros [VIDEO]

Mãe é presa junto com esposo por abusar da filha: 'Tinha medo de perdê-lo' [VIDEO]