Nesta sexta-feira, dia 8, mensagens viralizaram nas redes sociais noticiando o falecimento da Sra. Anna Spina Finotti, a mais antiga Examinadora de Organistas da Congregação Cristã no Brasil da cidade de São Paulo. A confusão se deu devido ao falecimento de uma outra Examinadora de Organistas da referida denominação religiosa, também chamada Ana, na cidade de Monte Mor, no interior paulista.

Em pouco tempo, a irmandade e a mocidade da Congregação receberam informações equivocadas sobre o estado de saúde da Sra. Anna Spina. Em aparição rara, ela mesma veio a público, por meio de um vídeo divulgado também nas redes sociais, esclarecer que, na data, encontrava-se em ótimo estado de saúde e com vida, além de saudar a todos os membros da Congregação Cristã.

Publicidade
Publicidade

Anna Spina Finotti é uma figura importante dentro da Congregação, tendo participado ativamente da organização musical da #Igreja desde a década de 1940, quando foi convidada, ainda muito jovem, pelo fundador da denominação no Brasil. Reconhecida dentro do universo musical erudito, sobretudo pelo seu conhecimento e experiência em instrumentos de teclas, a Sra. Anna Spina é viúva de um bastante conhecido ancião da igreja, Sr. David Finotti, e sobrinha de outro ancião que teve papel crucial para a organização da igreja no país no século XX, Sr. Miguel Spina, já falecido. Seu sogro, Sr. João Finotti, fui um dos primeiros obreiros da igreja no país.

A música dentro da Congregação é conhecida pela sua orquestra, reconhecida como a maior orquestra sinfônica do mundo, possuindo centenas de milhares de músicos, musicistas e organistas oficializados para exercer a função.

Publicidade

A Sra. Anna Spina desempenha o mais alto cargo a ser ocupado por mulheres dentro da parte musical da igreja, tendo estado a frente da organização das Comissões Musicais que elaboraram os livretos de hinos utilizados em todas as casas e salas de orações da Congregação Cristã no Brasil. As melodias e poesias adaptadas pelas comissões organizadas por ela são entoadas por mais de 3,5 milhões de pessoas em todo o país, e já foram capazes de emocionar outros milhões por muitas gerações.