Quem nunca ouviu falar no ditado “eu não acredito em bruxas, mas que elas existem, existem”? Esse ditado remete ao povo galego e é muito antigo. A história da teoria da “Nova Ordem Mundial” poderia se encaixar muito bem nesse ditado. Muitos não acreditam que essa “ordem” exista, mas ela acaba influenciando em ideias que podem ser bastante lógicas. A questão, então, é colocada: será mesmo que existem as 13 famílias mais influentes e ricas do mundo?

Segundo informações secretas, existe um plano dessas 13 famílias que detêm a riqueza do mundo em eliminar 20% de toda a humanidade. Segundo essa mesma informação, existem “forças sombrias” e essas forças que orquestram todos os eventos mundiais do topo da “pirâmide” do poder.

Publicidade
Publicidade

Esse conselho de 13 famílias seria comportas por: Rothschild (Bauer ou Bower), Bruce, Cavendish (Kennedy), De Medici, Hanover, Habsburgo, Krupp, Plantagenet, Rockefeller, Romanov, Sinclair (St. Clair), Warburg (del Banco) e Windsor (Saxe-Coburg-Gothe). Elas teriam uma forte influencia não só financeira, como também política.

Segundo essas mesmas informações, 99% da população mundial é comandada por 1% que detém todas as formas de informação e poder. Também essa “elite sombria” detém 70% de toda a riqueza do planeta. A produção e a capitalização passam pelas ordens diretas das famílias, que dão o aval de tudo aquilo que pode ou não pode ser produzido. Ainda, segundo as informações que vem dessa teoria, essas pessoas operam através de megacorporações, que fazem lavagem cerebral e controlam a grande massa por meio das instituições de ensino.

Publicidade

Parece que alguns não acreditam em tais teorias. Como o poder político mundial poderia permitir tal governo secreto? Como o poder militar ficaria refém de tal poder? Quais são os interesses por trás das duas guerras mundiais? Alguns conspiracionistas podem dizer que há lavagens cerebrais que levam a acreditar em algumas ideologias destrutivas; outros poderiam dizer que como são detentoras de uma influência muito grande, senão quase total, de produção de bens e serviços, podem parar o mundo quando quiserem. Existem filósofos e intelectuais que dizem que isso é “bobagem”, pois o mundo é comandado por elites políticas que não iriam aceitar tal “chantagem” e poderiam, sim, matar essas famílias.

Verdade ou não, há livros, filmes e muitas coisas sobre essa teoria que pode ser ou não verdade, mas, como diz o ditado castelhano, que “elas existem, existem”. #Filosofia #2017 #Polícia