O colunista sobre #Televisão Ricardo Feltrin divulgou em sua página no Portal UOL um ranking divulgado pelos institutos de pesquisa que classificou os canais a cabo mais assistidos pelo público em janeiro de 2016.

Ele destacou o crescimento dos canais da Globo, dizendo que o canal infantil Gloob subiu no ranking geral e que os canais com conteúdo "teen" têm grande preferência do público.

Este gosto pode ser um resultado da diminuição de programas infantis e jovens na TV aberta, como o encerramento da TV Globinho e a preferência do SBT por exibir novelas para este público somente no período noturno.

Confira abaixo as colocações dos canais a cabo em janeiro de 2016:

  • 1º - Discovery Kids  
  • 2º - Cartoon
  • 3º - SporTV  
  • 4º - TNT  
  • 5º - Megapix
  • 6º - Fox
  • 7º - Disney Channel
  • 8º - Space
  • 9º - AXN
  • 10º - Nickleodeon
  • 11º - Universal Channel
  • 12º - Discovery Channel
  • 13º - Gloob
  • 14º - Viva
  • 15º - Boomerang
  • 16º - Globonews
  • 17º - Multishow
  • 18º - FX
  • 19º - Warner Channel
  • 20º - Home&Health
  • 21º - ESPN Brasil
  • 22º - Cinemax
  • 23º - NatGeo
  • 24º - Fox Sports
  • 25º - Telecine Premium
  • 26º - Telecine Action
  • 27º - The History Channel
  • 28º - GNT
  • 29º - SporTV2
  • 30º - Disney XDº
  • 31º - TBS
  • 32º - Animal Planet
  • 33º - Sony
  • 34º - TLC
  • 35º - Studio Universal
  • 36º - Telecine Fun
  • 37º - ESPN
  • 38º - A&E
  • 39º - Telecine Touch
  • 40º - Discovery ID
  • 41º - MTV
  • 42º - SporTV 3
  • 43º - Cana l Brasil
  • 44º - Fox Life
  • 45º - TCM
  • 46º - HBO
  • 47º - Telecine Cult
  • 48º - HBO2
  • 49º - Comedy Central
  • 50º - HBO Plus
  • 51º - FoxSports 2
  • 52º - Max Prime
  • 53º - E!
  • 54º - Lifetime
  • 55º - Bandsports
  • 56º - SyFy
  • 57º - Esporte Interativo
  • 58º - Max
  • 59º - HBO Plus
  • 60º - Max Up

QUEDA DE ASSINANTES

Apesar dos números positivos no ranking, as emissoras de TV a cabo tem enfrentado uma queda nos números de assinantes.

Publicidade
Publicidade

Segundo a ANATEL, os canais pagos tem perdido cerca de 67 mil assinantes por mês.

EFEITO "NETFLIX" 

Muito da perda de assinantes se deve aos novos formatos de conteúdo audiovisual como a oferta por streaming ou on demand pela internet. Empresas como a NETFLIX tomaram os assinantes da TV paga oferecendo acesso a filmes e séries com preços convidativos, acirrando ainda mais a briga judicial entre os canais e a empresa junto aos órgãos reguladores.

Para aumentar ainda mais a disputa, a empresa indiana Dish Fish anunciou que em breve estará no mercado brasileiro. Ela é considerada o NETFLIX da Índia, mas oferece o serviço via satélite. 

TV ABERTA CRESCE

 A crise econômica enfrentada pelo Brasil também teve reflexos nos números da audiência da TV aberta e, segundo o Painel Nacional de Televisão, os canais abertos ganharam mais público.

Publicidade

Globo, SBT e Record aumentaram suas audiências e isso tem ocasionado movimentos nos bastidores em busca de contratações que ajudem os canais a aumentar seus números no Ibope e também no mercado publicitário. Um exemplo é a apresentadora Eliana, que recentemente divulgou seu apartamento no Rio de Janeiro e criou boatos de que estaria negociando seu passe com a emissora carioca com o apoio do namorado Adriano Ricco, que é diretor no canal.

De acordo com o PNT, a Globo lidera e o canal de Silvio Santos obteve a segunda colocação na média geral nacional em janeiro, seguidos por Record, Band e Rede TV. #Rede Record #Rede Globo