O pastor Cesino Bernadino, fundador do Congresso Gideões Missionários da Última Hora, morreu no último dia 30 de Julho. Sua morte trouxe muita comoção entre religiosos de todo o país, e vários missionários ao redor do mundo lamentaram.

O Congresso Gideões, que também é famoso pelas polêmicas envolvendo grande nomes como Marco Feliciano e Adeildo Costa, também foi o palco para uma profecia que se referia especificamente ao pastor cesino.

Um pastor que não teve seu nome divulgado, aparece em um Vídeo, durante um dos cultos do congresso. Ele pede que o pastor Cesino fique de pé, e profetiza para o pastor. Segundo o pregador, Deus estaria aumentando os anos de vida de Cesino em dez anos.

Toda a igreja vibrou com essa profecia, já que aquela altura, Cesino já vinha sofrendo problemas de saúde e muitos temiam que ele pudesse não ter muito tempo. 

O caso aconteceu em 2014, e dois anos depois, a igreja Assembleia de Deus em Camboriú - Santa Catarina, estaria sepultando o corpo de Cesino, morto devido complicações médicas aos oitenta e um anos.

E agora, como explicar a falha da profecia?

Nas redes sociais, seguidores do pastor Cesino começaram  questionar o porquê da profecia não haver se cumprido, e muitos começaram a acusar o pastor que teria feito a profecia, de falso profeta.

Algo parecido aconteceu na bíblia sagrada. Segundo relatado no livro de Isaías: 

Naqueles dias Ezequias adoeceu de uma enfermidade mortal; e veio a ele o profeta Isaías, filho de Amós, e lhe disse: Assim diz o SENHOR: Põe em ordem a tua casa, porque morrerás, e não viverás. Isaías 38:1

O profeta Isaías visitou o rei Ezequias para avisá-lo que ele iria morrer.

Os melhores vídeos do dia

No entanto, Ezequias teria clamado a Deus por misericórdia.

Em seguida, Isaías volta com a seguinte mensagem: 

Vai, e dize a Ezequias: Assim diz o SENHOR, o Deus de Davi teu pai: Ouvi a tua oração, e vi as tuas lágrimas; eis que acrescentarei aos teus dias quinze anos. Isaías 38:5.

De fato essa profecia se cumpriu, e Ezequias viveu mais que isso.

Quanto ao pastor Cesino, o erro foi grotesco.

Assista: