É muito comum que as garotas que ainda não tiveram sua primeira relação íntima fiquem cheias de dúvidas a respeito desse assunto. Muitos pais, geralmente, não conversam com suas filhas a respeito desse tema. O ideal seria que pais e filhos tivessem um pouco mais de intimidade para poder conversar a respeito de um assunto tão importante quanto esse.

A falta de informação pode expor a garota virgem [VIDEO]a situações de riscos. Quando elas não sabem como se proteger, para que assim não fiquem expostas a nenhum tipo de doença, poderão se colocar em situações arriscadas e acabar contraindo algum tipo de DST (doença sexualmente transmissível), ou, então, acabar tendo uma gravidez indesejada.

Confira logo abaixo algumas coisas que toda virgem precisa saber e quase ninguém conta:

A mulher pode engravidar em sua primeira relação

Por incrível que pareça, um mito foi disseminado na sociedade. Esse mito afirma que mulheres não podem engravidar em suas primeiras relações íntimas. O problema é que muitas mulheres acreditam nessa informação, mas ela é completamente isenta da verdade.

A mulher pode engravidar na primeira relação e até mesmo na décima. Uma coisa precisa ficar clara: quando a mulher decide se relacionar intimamente sem o uso de preservativo, anticoncepcional ou qualquer outro método contraceptivo, ela está propensa a engravidar.

Toda mulher sangra

Muitos homens acreditam que a mulher que não sangra em sua primeira relação é porque ela não é virgem. Isso é uma grande mentira.

Algumas mulheres sangram em sua primeira relação. Outras sangram várias relações depois e algumas nunca vão sangrar.

É importante que as mulheres saibam que o fato de sangrar durante a primeira relação íntima é algo completamente normal. O sangramento acontece quando o hímen se rompe. Existem hímens que são mais elásticos’ e, por esse motivo, acabam não se rompendo na primeira relação. Os hímens elásticos podem se romper depois de várias relações.

Doenças Sexualmente Transmissíveis

Não importa se é sua primeira relação íntima ou não. Se você não se proteger, poderá ser infectada por alguma DST. Em hipótese alguma mantenha relações íntimas sem o uso do preservativo. É ele que irá lhe proporcionar segurança.

Quando você opta por não fazer uso do preservativo, está se colocando em situação de risco, que poderá contribuir para que seja infectada com alguma doença sexualmente transmissível, inclusive o HIV [VIDEO], o vírus da Aids.