A psicóloga Anahy D’Amico participa do programa “Casos de Família” há cerca de 16 anos, onde dá conselhos para as pessoas que participavam do programa em busca de algum tipo de solução para os problemas que são apresentados na atração.

Devido ao programa, a psicóloga sempre recebeu novos pacientes que acabaram conhecendo seu trabalho através da Televisão pelo programa. No entanto, atualmente, o volume de pacientes tem aumentado muito. É o que conta Ahany em entrevista ao site Notícias da TV.

O número de pacientes que tem procurado pela psicóloga neste período do isolamento social que tem ocorrido devido à pandemia do coronavírus nunca foi tão grande para a mesma.

Isso por que neste momento de quarentena, muitos brasileiros estão encarando verdadeiros desafios em tempos difíceis em relação à saúde mental.

Ao mesmo tempo que a psicóloga tem se dedicado a esta função pela qual ela ganhou notoriedade na televisão, também tem feito seu trabalho como taquígrafa e como influenciadora.

Ahany detalha período da quarentena

Ahany conta que seu trabalho durante este período de quarentena tem sido muito difícil, com uma rotina complicada. Ela relatou ainda que é funcionária pública e que tem atendido no seu consultório e tem tocado também o seu canal no YouTube.

Ela conta que em seu trabalho sempre precisou conciliar tudo isso que ela faz no seu dia a dia, mas que agora tem trabalho muito mais em home office do que o normal e que tem gravado seus vídeos para o canal.

Segundo ela, o número de atendimentos online cresceu 50%.

Além de seu trabalho como psicóloga, pelo qual ela ficou conhecida na televisão, Anahy também se dedica à profissão de taquígrafa do Tribunal de Contas de São Paulo.

Ela conta que pretende se aposentar do cargo no próximo ano, porém, agora ela tem realizado esta atividade em horário comercial, onde se divide entre ela, os atendimentos online e as gravações para o seu canal do YouTube.

Além disso, ela também se dividia com as gravações do "Casos de Família", que atualmente estão paralisadas.

Em 2004, a psicóloga foi convidada pela produção do programa, que vai ao ar pelo SBT, para poder aconselhar as pessoas que participavam do programa, em relação aos dramas e brigas que eram apresentados no palco.

Agora ela é considerada pelo público que acompanha o programa como sendo um símbolo de sensatez e serenidade na televisão em relação aos conselhos que são dados por ela aos participantes do programa.

E foi exatamente esta fama que fez com que a psicóloga conseguisse conquistar cada vez mais clientela, e o público através das redes sociais, com seu canal no YouTube, que atualmente conta com mais de 800 mil inscritos. Ela relata que as pessoas, ao verem ela no programa, sempre entram em contato com ela de alguma forma, mas conta que seu engajamento também se dá através do Instagram e YouTube.

Siga a página Relacionamento
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!