''Mother!'' é um filme de 2017, que estreou em 21 de setembro no Brasil, dirigido pelo roteirista e diretor Darren Aronofsky. O diretor é conhecido pelos seus sucessos de bilheteria ''Nóe''(2014) e ''Cisne Negro''(2010). O filme é estrelado pela famosa atriz protagonista Jennifer Lawrence [VIDEO] e pelo ator Javier Bardem [VIDEO].

O thriller se passa em uma casa em reforma no meio de uma floresta paradisíaca, onde a personagem interpretada pela Jennifer Lawrence é uma mulher tolerante, que apenas quer terminar a obra o mais rápido possível para ficar em paz com seu marido naquele paraíso. Porém, o que ela menos esperava era acontecerem visitas.

E foi exatamente o que aconteceu, visitantes começaram a aparecer em sua casa, e seu marido, com seu grande coração e paciência enorme, abriga cada uma dos visitantes sem o consentimento da esposa mesmo sem conhecê-los, o que deixa sua mulher claramente receosa, mas sem muitas opções. Por fim, ela acaba aceitando a moradia daqueles hóspedes desconhecidos em sua propriedade.

Mas, é bom?

''Mother!'' é um longa-metragem com média de 2 horas, nas quais o desenrolar da história é resolvido lentamente. Ou seja: claramente não foi feito para espectadores comuns, e sim para espectadores que não se preocupam com nada além de tentar captar a mensagem e a essência do filme. E é exatamente o que o diretor e roteirista Darren Aronofsky faz.

O thriller tem em sua boa parte um enquadramento na personagem da Jennifer Lawrence, fazendo com que o espectador sinta o que a protagonista sente.

A partir dessa ligação, o diretor acaba criando uma empatia e sentimento pela protagonista. Essa técnica é chamada de desenvolvimento de personagens, o que claramente é essencial para um filme verdadeiramente bom. Aliás, por que as pessoas continuarão a assistir a um filme em que não se importam com o que vai acontecer com os personagens?

Além disso, a fotografia da produção é excepcional, com uma iluminação e tons mais vivos no começo do longa, transmitindo a paz e a sensação de que tudo está devidamente no seu lugar. Porém, no decorrer dos minutos, o tom começa a ser puxado mais para um lado amarelado, transmitindo o desconforto da protagonista e os sentimentos das atuais situações que o casal está passando com os visitantes.

O filme em si contém uma história bíblica e uma simbologia forte sobre religião, que são colocadas indiretamente em cada cena - às vezes, de modo brutal e outras, de forma pacífica, o que pode com certeza, não agradar muitos por suas religiões, entre outros motivos.

O diálogo também é um elemento importantíssimos em cada filme, para que o espectador se localize e entenda o que está acontecendo durante a trama. Porém, nesse filme não. Afinal, um diálogo de verdade é quase raro entre o casal e pode-se dizer que isso foi bem pensado e, sim, bem colocado, pois o filme é baseado em perguntas e em reflexões, deixando o público com mais curiosidade e com um ponto de interrogação na cabeça.

E, se você realmente prestar atenção ao filme, irá perceber que nenhum dos personagens tem um nome que é claramente chamado, restando, apenas esperar pelos créditos em que aparece o casting de cada um. Se você realmente está disposto a embarcar em um mundo com mistério, drama, romance e suspense, em que as respostas não são dadas em bandejas e a história fica para o ponto de vista de cada pessoa, sem dúvidas irá gostar de ''Mother!''.