O efeito sanfona, ou também conhecido como platô, trata-se de um processo onde a pessoa engorda e emagrece várias vezes. Em uma semana ela consegue perder uma quantidade significativa de peso, mas na outra, ganha novamente, o que faz com que seu corpo gaste menos caloria desacelerando o metabolismo e, por consequência, volte a engordar.

Algumas partes do nosso corpo, podem ser seriamente prejudicadas, quando esse efeito começa a se repetir por várias vezes.

Publicidade
Publicidade

Os seios, que são formados por tecidos gordurosos, e um dos que sofrem com isso. Por não possuírem músculos, os seios são totalmente apoiados na musculatura peitoral, assim, quando você perde peso e volta a engordar, os seios começa a aumentar e diminuir também.

Consequências:

Com esse efeito sanfona, os seios tendem a sofrer variações assim como outras partes do corpo, porém, eles acabam ganhando elasticidade na série, e por consequência ficando mais flácidos.

Publicidade

Quando por exemplo, você ganha muito peso, os seios irão ficar com o formato maior, repletos de gorduras. Já, quando ocorre o processo inverso, e toda aquela gordura some, os seios também irão sumir, e ficando assim flácidos e caídos.

O que fazer se isso começar a acontecer frequentemente?

A dica é controlar o efeito sanfona, e evitar que seu corpo sofra com isso. Exercitar a musculatura peitoral, também é uma das dicas.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Curiosidades

Quando existe a prática de exercícios físicos, o tecido adiposo acaba diminuindo, e os seios passam a ganhar músculos e perder a gordura. Pode-se ocorrer que durante as atividades, o tamanho dos seios diminua, mas, isso é causado pela eliminação da gordura, e a tendência é que ele estabilize e não corra o risco de ganhar os terríveis flacidez.

Embora alguns casos o dano seja irreversível através de exercícios físicos, pode-se optar por cirurgia.

A retirada de excesso de pele, e uma das opções de cirurgias mais adequadas para quem não quer colocar silicone.

Mulheres que tiveram bebes, tendem a ter esse tipo de aborrecimentos, pois no período da amamentação, os seios costumam crescer muito. Mesmo que a mulher volte ao peso normal antes da gravidez, a pele dos seios não retornará como antes, por causa do rompimento das fibras elásticas. Por isso, é ideal a consulta com um especialista, que diagnosticará qual melhor opção para cada caso.

Publicidade

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo