A novela “A Usurpadora” foi um dos maiores sucessos dos anos 1990. Exibida no Brasil pelo canal SBT, a produção mexicana conseguiu alcançar altos pontos no ibope ao contar a história das irmãs gêmeas que trocavam de lugar.

No papel principal, a atriz Gabriela Spanic deu vida a bondosa Paulina e a irmã cruel Paola. Viveu com maestria os dois papeis que conquistaram o público brasileiro.

Como todo bom drama mexicano, a personagem se envolveu também em problemas de relacionamento, tendo o romance como pano de fundo para todas as histórias. Nesse núcleo, Paola Bracho se envolveu em um romance secreto com Luciano Alcântara, interpretado pelo ator Mario Cimarro.

Além de ser primo de Paola na novela, o personagem também compactuava com ela de todas as maldades e ganância, participando ativamente dos planos diabólicos para colocar as mãos em uma grande fortuna. O ator Mario Cimarro é cubano e apesar de não chamar muita atenção na época da novela, hoje em dia ele está fazendo um grande sucesso na internet.

Quase 20 anos depois de “A Usurpadora”, o homem é um caso vivo de que para algumas pessoas o tempo só faz bem. Em seu perfil no Instagram, ele publica diariamente fotos de trabalhos e viagens, e compartilha sua beleza com os seus mais de 200 mil seguidores.

Em 2010, ele ficou muito famoso depois de protagonizar a novela “Mar de Amor”, considerada um outro grande sucesso da televisão mexicana.

Gabriela Spanic reencontra irmã gêmea depois de 10 anos de conflitos

A vida da atriz Gabriela Spanic também poderia facilmente virar roteiro de uma novela de seu país.

A moça passou mais de 10 anos afastada de sua irmã gêmea, Daniela Luego, depois de um abriga entre elas, quando Luego passou por um problema de saúde.

Mas, graças à produção de um programa mexicano chamado “Suelta La Sopa”, as duas irmãs se reencontraram e voltaram a se falar. Daniela chegou a atuar como dublê da irmã em algumas cenas da novela, mas de modo geral ela não aparecia.

As duas estiveram muito tempo sem contato. A gêmea de Gabriela chegou a mudar o sobrenome para não ter qualquer relação com a atriz. No entanto, depois de enviar uma mensagem para irmã e esperar por muitos anos, a interprete de Paola Bracho, já desacreditada da relação, recebeu uma mensagem vinda do celular de sua irmã, e que trazia apenas duas palavras: ''te amo''.

Em entrevistas, elas disseram que mesmo distantes sempre estiveram unidas pelo sangue. Afinal, além de irmãs, elas foram geradas na mesma placenta. Com o reencontro, as duas pretendem manter as vidas próximas e devem lançar um projeto em conjunto. Os planos agora são de nunca mais se separarem.