Você já conheceu aqui mesmo na Blasting News os highsexuais, héteros que sentem atrações por outros homens em situações específicas [VIDEO]. Agora você irá conhecer os chamados 'g0ys'. Para os 'g0ys', o filme O Segredo de Brokeback Mountain, que narra o envolvimento entre Jack Twist e Ennis del Mar, dois caubóis do Oeste dos Estados Unidos entre 1963 e 1981, seria perfeito se os personagens não tivessem nenhum envolvimento mais quente.

Na ideologia dos g0ys, homens podem manter relações um com o outro sem que haja penetração.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Curiosidades

Para ser gay, a regra, segundo boa parte das pessoas, é existir um envolvimento com outra pessoa que tenha o mesmo gênero. Para os 'g0ys', essa regra não existe: basta não haver penetração.

E os 'g0ys' se entendem como heterossexuais.

Segundo alguns sites da ideologia, vale todo tipo de envolvimento, sendo que os homens não podem ser adeptos da penetração com outros homens, devem fazê-lo apenas com mulheres. O conceito de 'g0y', que para muita gente pode ser confuso e encarado com estranheza, para eles é tudo bem claro. Os sites da ideologia buscam diferenciar os gays de 'g0ys' da maneira como foi relatado anteriormente.

A relação 'g0y' costuma ser chamada de Bromance, palavra oriunda da fusão de 'romance' e 'brothers', do idioma inglês. O conceito de 'g0y' é originário dos Estados Unidos, porém, os participantes do grupo defendem que o comportamento de homens se amarem e terem relações limitadas vem da Grécia Antiga, o que justifica a prática.

As palavras que norteiam o movimento são: discrição, masculinidade, confiança, respeito e amor.

O grupo exalta a masculinidade e, em algumas ocasiões, determinadas palavras discriminatórias são encontradas em relatos dos 'g0ys'. Os 'g0ys' tentam ao máximo relacionar sua imagem com o universo gay, além de propagarem a ideia de que 'g0y' só pode ter amizade íntima com outro 'g0y', mas deve-se casar com mulheres.

Vale salientar que se identificar 'g0y' é se identificar com uma filosofia que tem princípios semelhantes com os seus, e não um tipo de conversão, pois a conversão é aceitar algo exterior que pode acabar indo contra os seus princípios. Para defender a bandeira 'g0y', alguns praticantes relatam que apenas fazem brincadeiras apimentadas com outros homens. Para o antropólogo Luiz Mott, fundador do Grupo Gay da Bahia, que deu entrevista a revista GGN, a classificação de gays defendida pelos 'g0ys' é um equívoco, pois a homossexualidade não é sinônimo de cópula anal. Práticas alternativas, defendidas e praticadas pelos 'g0ys', fazem parte da prática homoerótica desde a Grécia Antiga.

O antropólogo também não crê na perpetuidade do termo, afirmando que este é um modismo.

Já existem no Brasil ranchos que são muito procurados pelos 'g0ys' para se encontrarem, remetendo a lembrança do filme citado no início da matéria. Esses ranchos geralmente são locais onde não há julgamento, e as pessoas podem exercer sua sexualidade como quiserem.

Você já ouviu falar desse conceito? Pense bem e compartilhe sua opinião conosco, sem preconceitos. Lembre-se sempre todos somos iguais e temos liberdade para fazermos o que desejamos! Aproveite para conferir celebridades que são gays e pode ser que você ainda não sabia. [VIDEO]