A Groenlândia fica localizada no Reino da Dinamarca, seu território é uma ilha de mesmo nome e é considerada a maior ilha do mundo. A palavra Groenlândia deriva do dinamarquês e significa "Terra Verde". Em Groenlandês (idioma falado pelos nativos da ilha), significa "nossa terra".

A capital da ilha é Nuuk, que significa "a península", sendo também a maior cidade da Groenlândia. A ilha possui mais de 44 mil km de linha de costa e população escassa vivendo ao longo da costa. Possui a 2ª maior reserva mundial de gelo, o 1º lugar pertence a Antártida. Há vegetação conta com uma pequena zona de floresta no município de Nanortalik.

O clima da ilha é ártico e sub-ártico, o território possui poucas montanhas e uma camada de gelo que cobre quase toda a ilha, costa rochosa e com falésias.

A menor altitude é ao nível do mar e a maior é o Gunnbjørn [VIDEO]. A população da Groenlândia [VIDEO]é composta de inuit ou mestiços. 12% da população é de origem europeia e estes são em maioria dinamarqueses. As religiões predominantes são o cristianismo e luteranismo. A maioria dos cidadãos falam duas línguas, o groenlandês e o dinamarquês. O inglês é amplamente falado como 3ª língua.

A taxa de alfabetismo na ilha é de nada menos que 100%. O idioma groenlandês pertence a família das línguas esquimo-aleútes. Dentro da Groenlândia, três dialetos são reconhecidos, Avanersuarmiutut [VIDEO] falado por 1000 pessoas na região de Qaanaaq, Kalaallisut, que é a base da língua oficial, o dialeto do leste da ilha é o Tunumiit oraasiat.

Uma curiosidade é que a atriz Brigitte Bardot começou nos anos 80 uma campanha contra a caça as focas. O problema é que caçar baleias e focas é fonte de renda do povo local e isso acabou sendo ruim para muitas pessoas da região.

Em relação a administração, o Chefe de Estado é a Rainha Margarida II da Dinamarca, a Alta Comissária Mikaela Engell, o Primeiro Ministro Kim Kielsen e o Presidente do Parlamento Lars Emil Johansen. A Groenlândia tem autonomia da Dinamarca desde 1º de maio de 1979 e virou Autogoverno em 21 de junho de 2009. A ilha é o único território a deixar a União Europeia que possui então o status de associado.

Até o ano de 1940, a Groenlândia era muito isolada e protegida, pois o governo dinamarquês acreditava que o mundo exterior exploraria ou a levasse a extinção se aquela região fosse aberto. Foi durante a 2ª Guerra Mundial que a Groenlândia foi adquirindo confiança em seu governo e uma comunicação com o mundo exterior foi iniciada, então mudanças começaram a ser feitas gradualmente. Em 1953, a ilha integrou-se ao reino dinamarquês.