Se você é homem, provavelmente já passou pelo nervosismo do alistamento militar quando completou 18 anos. No Brasil, o alistamento é obrigatório para todo homem nascido aqui ou naturalizado, e isso deve ser feito nos primeiros seis meses depois de completar os 18 anos de idade. É por isso que, após essa idade, todo homem precisa ter seu Certificado de Reservista – o documento que prova que ele passou pelo alistamento.

No ano de 2016, mais de 2 milhões de jovens brasileiros fizeram o alistamento militar, mas somente 5% (100 mil) deles foram recrutados. Se você está prestes a completar 18 anos e sente pavor só de pensar em servir ao Exército, procure manter a calma; a probabilidade está do seu lado, e a corporação costuma preferir aqueles que desejam servir voluntariamente.

A vida no exército pode trazer desenvolvimento pessoal, amigos, camaradagem e muitas coisas boas, mas tem também seu lado ruim, como a distância da família e a rotina pesada no quartel. Essa rotina é o que geralmente desperta a curiosidade das pessoas. Veja abaixo algumas informações úteis e interessantes sobre o Exército brasileiro:

Pagamento

Em momento de recessão econômica e desemprego, o Exército pode ser uma saída para quem quer ganhar algum dinheiro [VIDEO]. Durante o período mínimo de serviço, o recruta recebe apenas um salário mínimo, mas se resolver seguir carreira, poderá atingir pagamentos bem mais vultosos.

Muita disciplina e respeito à hierarquia

Algumas coisas consideradas um verdadeiro terror pela maioria dos jovens de hoje, como acordar às 5 horas da manhã, manter-se organizado, controlar horários para tudo e ter de obedecer cegamente aos superiores, são algo que recrutas do Exército aprendem a fazer todos os dias.

Isso pode preparar muito bem os jovens para ter disciplina na vida profissional e pessoal.

Ficar em forma

O Exército é, sem dúvida, um dos melhores lugares para se manter em boa forma física, pois os soldados praticam muitas atividades físicas, como corrida, abdominais e flexões todos os dias. Isso faz parte do treinamento de qualquer força militar do mundo, e não é diferente no Brasil.

Tatuagens

Nos dias de hoje, as tatuagens ainda são tratadas como um assunto complicado, pois quem está no Exército é visto como um retrato do país. As tatuagens também podem ser usadas por criminosos para reconhecer os soldados fora de serviço, e isso é um problema sério. Assim, as tatuagens não são proibidas na instituição, mas sempre é analisado o local da tatuagem e a representação.

Corneta para levantar

Em um quartel do Exército brasileiro uma corneta é tocada todos os dias pontualmente às 6 horas (o toque da alvorada), e todos os recrutas devem levantar imediatamente para começar a jornada. Depois de algum tempo, pelo costume, a maioria dos soldados já consegue acordar antes mesmo do toque da corneta.

Leia também:

Conheça a biografia completa de Anitta [VIDEO]

As 5 comidas que mais viciam, segundo a ciência [VIDEO]