Poucas coisas são tão desagradáveis para donos de celulares do que receber uma chamada de um número desconhecido que simplesmente desliga o telefone quando a ligação é atendida. E o pior: muitas destas ligações são excessivas e acontecem vários dias da semana, tanto durante o dia, quanto a noite. O que ninguém sabe é que nem sempre essas chamadas são de uma pessoa em especial ligando e desligando chamadas.

A maior parte das ligações insistentes recebidas diariamente são de empresas de telemarketing. A fim de dobrar o trabalho dos call centers, muitas empresas têm tirado a autonomia do operador de telemarketing em ligar para um cliente.

Grande parte das empresas estão utilizando um sistema automático que liga sozinho para várias pessoas ao mesmo tempo. Objetivando manter todos os funcionários falando com alguém o tempo todo, o sistema dispara o dobro de chamadas e quando todos os operadores já estão falando, simplesmente o próprio sistema derruba a ligação atendida e coloca esse mesmo número na fila para uma nova ligação futura.

Essas ligações muitas vezes ferem a própria lei, que proíbe que ligações de telemarketing sejam realizadas após as 20h de segunda a sexta e após as 13h de sábado. E nenhuma deve acontecer aos domingos e feriados. Vale destacar que em alguns estados, como Rio de Janeiro, as ligações de telemarketing aos sábados foram proibidas e a medida entra em vigor em agosto deste ano.

O sistema que utiliza tais ligações se chama Over ou Power Dialing e sua lógica está em ligar incansavelmente para a pessoa até que ela fale com um funcionário, independentemente do sucesso da ligação ou não.

Por isso que mesmo após a primeira ligação as pessoas encontram chamadas perdidas dos mesmos números diversas vezes em um dia ou semana. Além disso, as ligações sempre são feitas de um número geral que só realiza chamadas, logo, é impossível retornar à ligação.

Irregularidade

O Brasil não dispõe de uma regulamentação para o serviço o que certamente pode se tornar um motivo para discussões jurídicas em um futuro não muito distante, tanto do lado do cidadão que se sente afetado pelo excesso de ligações, quanto pelos operadores de telemarketing que a longo prazo terão problemas pelo excesso de trabalho [VIDEO] contínuo.

Como se livrar das ligações que desligam ao atendê-las

O consumidor pode cadastrar o seu número no site do Procon de seu estado (ou fundação semelhante, já que Procon não é um nome padrão) e as empresas têm 30 dias para remover o número de seus cadastros. Nem todos as fundações de proteção ao consumidor do Brasil possuem este serviço.

Outro ponto que deve ser ressaltado é que o bloqueio do número junto ao Procon só serve para impedir que vendedores façam a ligação, de forma que cobrança não possui restrição e continuará sendo feita, mesmo se a pessoa tiver bloqueado o número.

Uma boa forma de se proteger [VIDEO] é bloquear o número no próprio aparelho. Atualmente a maioria dos celulares, dos básicos aos top de linha, já possuem a função de bloquear um número determinado, mas quem tem um celular mais antigo pode salvar o número em questão com o nome de “telemarketing” ou “não atender”, para saber quando se tratar das ligações automáticas.

Mudar o perfil de chamadas deste número para silencioso, também ajudam as pessoas com celulares mais antigos a não trem de ouvir o aparelho tocando em momentos impróprios com ligações advindas de empresas de telemarketing.